Tag "Diogo Martins"

Voltar à página inicial
Crónica

Dar Coisas aos Nomes | Explicações de Português

  [cancioneiro trovadoresco] Nem tudo o que luz é ouro. Às vezes, é só texto: a mulher-letra, mia senhor, o desejo sexual sublimado em estoica cantoria para disciplinar o prazer

Crónica

Dar Coisas aos Nomes | Saramago, Ricardo Reis e o ano da nossa morte

  A todos os alunos do 12.º ano com quem partilhei estas e outras derivas.   #1 Must be strangely exciting / to watch the stoic squirm”, confessa Alanis Morissette

Cultura

Entrevista | Diogo Martins e Nuno Leão. dizer adeus às coisas é projetar a performance do mundo (também amanhã)

dizer adeus às coisas seguido de uma teoria da imagem (ou a performance do mundo) é um título que, só por si, deixa qualquer um curioso acerca de um livro

Crónica

Dar coisas aos nomes | O cinema antes da sua cultura

Os trabalhadores saem a x horas de uma fábrica no final do século XIX. Assistimos apenas (apenas?) a isso: o movimento desses trabalhadores, os seus gestos, uns mais naturais, outros

Crónica

Dar coisas aos nomes | Encenação do Apocalipse

Vi pela terceira vez o filme mother!, de Darren Aronofsky. Não por me ter sentido arrebatado pelo filme enquanto experiência cinematográfica ímpar, nem sequer por ter achado insuficientes as duas

Crónica

Dar coisas aos nomes | Dizer adeus às coisas

Tanta coisa depende daquilo que decidimos escrever no início de um texto. Houve alturas em que uma folha em branco me deixava em pânico. Um pânico absoluto, paralisante: levantava-me da

Crónica

Dar coisas aos nomes | Aproximações (notas sobre fotografar)

As primeiras vezes, a primeira vez de cada primeira vez. Primeiro, mergulha-se a fundo. É-se irresponsável, faz-se como os putos diante o mar e o rebentar das ondas, sempre primeiras,