Reviver o teatro amador em “Terras de Camilo” em 2024

Reviver o teatro amador em “Terras de Camilo” em 2024

Pub

 

 

É em “Terras de Camilo”, isto é, Vila Nova de Famalicão, que se vai voltar a viver a ‘magia’ do teatro amador. De 2 de março a 27 de abril, o auditório do Centro de Estudos Camilianos, em Seide, volta a ‘dar palco’ ao teatro amador nacional no XVII Festival de Teatro Amador “Terras de Camilo”. Grutaca, Grupo Dramático e Recreativo da Retorta e Teatro de Balugas, companhia de Barcelos, são apenas alguns dos exemplos que estarão presentes a exibir as suas artes. Casa cheia é o que se espera para todos os espetáculos, portanto trate dos seus bilhetes com antecedência.

Grupos de teatro amador de todo o país em Famalicão

A Famalicão chegam propostas de grupos de teatro amador de todo o país – Barcelos, Idanha-a-Nova, Maia, Viseu, Vila Nova de Gaia e Valongo –, para além dos espetáculos protagonizados pela ‘prata da casa’.

Todos os espetáculos têm entrada livre, sujeita a lotação do espaço, e início pelas 21h30.

O festival, organizado pelo Município de Vila Nova de Famalicão em parceria com o GRUTACA – Grupo de Teatro Amador Camiliano, arranca no sábado, dia 2 de março, com a peça A Furgoneta, pelo Teatro de Balugas (Barcelos), que vai dar a conhecer a história de Romão e do irmão que decidem reformar o negócio do pai, adotando um novo negócio: uma furgoneta que vende tudo e mais alguma coisa.

Segue-se a peça “O Casamento”, pela Escola Dramática e Musical de Milheirós (Maia), no dia 9 de março, depois “A Beata da Sogra”, pelo Grupo de Teatro Aldeia Verde de Lazarim (Viseu), no dia 16, e “Sozinha”, protagonizada pela atriz famalicense, Elsa Pinho, no sábado, 23.

Dia Mundial do Teatro dedicado aos mais pequenos

O Dia Mundial do Teatro, comemorado a 21 de março, será marcado com iniciativas como a apresentação do espetáculo infantojuvenil, “O Rei Que Comia Histórias”, pela Pandora Teatro (Vila Nova de Gaia), no dia 27 de março, pelas 15h00, bem como a oficina de teatro “Abril e a Liberdade – Da Escrita Criativa à Encenação de um Conto”, orientada por Ana Azevedo, com sessões de 27 de março a 25 de abril e inscrição gratuita e obrigatória.

Já em abril, está prevista a inauguração da exposição “O Palco das Marionetas”, no dia 5, pelas 18h00, que ficará patente na Casa do Caseiro da Casa-Museu de Camilo Castelo Branco até dia 28 de abril, com entrada livre.

A programação teatral prossegue no dia 6 de abril, com o espetáculo “Até Que a Boda Nos Separe”, pelo Grupo Dramático e Recreativo da Retorta (Valongo), seguindo-se, no dia 13, a peça de teatro “O Anexo”, pela Ajidanha – Associação de Juventude, de Idanha-a-Nova.

Na semana seguinte, a 20 de abril, será a vez do NUTEACV – Núcleo de Teatro da Associação Cultural de Vermoim, grupo de teatro amador famalicense, levar a cena o espetáculo “Bons Olhos o Vejam”, no auditório do Centro de Estudos Camilianos.

 O XVII Festival de Teatro Amador “Terras de Camilo” encerra com uma performance protagonizada pelo GRUTACA, no dia 27 de abril, que apresentará o espetáculo “O Lobisomem”.

Toda a programação do “XVII Festival de Teatro Amador “Teras de Camilo” pode ser consultada no portal da autarquia.

Favorecer a agricultura e a pecuária em áreas protegidas

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.portugal - brasil - internacional - vila nova online - diário digital de âmbito regional - famalicão - braga - barcelos - guimarães - santo tirso - póvoa de varzim - trofa - viana do castelo - esposende - som - ruído - ambiente - poluição - sustentabilidade - construção civil - economia - empresas - tecnologia - jogo - comunicação - desporto - cultura - conhecimento - opinião - brincar - crianças - família - educação - ensino - escola primária - escola - escolas - escolaridade - infância - memória - mulher - mulheres - intimidade - relação - livro - diversões - santo tirso

Pub

Kombucha: uma bebida milenar cheia de benefícios

A cultura que verdadeiramente importa

A brutalidade da minúcia: instantâneos a partir de Rui Nunes

Pub

Categorias: Agenda, Cultura, Famalicão, Teatro

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.