Sinopse

Voltar à página inicial

O Vila Nova é um órgão de comunicação social, com periodicidade periódica, existente num suporte e respetivo endereço online.

Este projeto, embora seja de caráter generalista – política, economia, sociedade, arte e cultura, ciência e tecnologia, desporto -, possui um âmbito de atuação sobretudo local e regional.

O Vila Nova destina-se sobretudo a Famalicão e aos famalicenses. A Famalicão, uma vez que este é o seu ponto de partida geográfico para a sua existência; aos famalicenses, aqui nascidos e criados, residindo no concelho ou fora dele vivendo, quer em áreas limítrofes quer até mesmo espalhados pelo mundo, mas também os adotivos, caso daqueles que aqui residem ou trabalham, porquanto todos estes serão o seu público-alvo.

O Vila Nova pretende assim ser um espaço de encontro, diálogo, debate, de aprofundamento relacional entre todos os seus leitores. Será, por essa razão, produzido também por famalicenses, no fundo, aqueles que aqui nasceram ou que com a cidade e o concelho têm uma relação pessoal de proximidade e intimidade.

Sendo o Vila Nova um título que já previamente existiu nesta localidade – Vila Nova de Famalicão – vai lá buscar-lhe o nome em função de princípios subjacentes à fundação do órgão que lhe deu o nome: a democracia, a liberdade de expressão e a existência de uma opinião pública forte, interveniente e civicamente responsável, mas também assertiva nas suas apreciações e nos seus pontos de vista.

Por outro lado, este renovado Vila Nova pretende enquadrar-se de forma plena na civilização contemporânea e no mundo de novas tecnologias e novas formas de atuação e convívio sociais que lhe são correspondentes. Entende por isso, a expressão “Vila” como um conceito de natureza histórica, em que o centro urbano ou o aglomerado urbano é um local habitado pelos cidadãos, mas em que estes têm os seus direitos, mas também os seus deveres. Vai ainda um pouco mais além, concretizando o adjetivo “Nova” no sentido da forma inter-relacional que os centros urbanos dos nossos dias têm vindo a desenvolver, atuando com frequência de forma conjunta ou interagindo entre si, estejam eles e os seus cidadãos a curta ou a longa distância.

Do exposto resulta que o Vila Nova incidirá a sua ação sobretudo na análise e contextualização do evento noticioso, frequentemente por via da reportagem, da entrevista e do inquérito, mas também da opinião entre outras.