Gravação expressa ‘um mundo cada vez mais em rota de colisão com o inanimado’

Música | NU lançam vídeo de acompanhamento ao seu álbum ‘Diferentes Formas da Mesma Areia Morta’

Música | NU lançam vídeo de acompanhamento ao seu álbum ‘Diferentes Formas da Mesma Areia Morta’

Pub

 

 

Os NU lançaram um vídeo de acompanhamento ao seu álbumDiferentes Formas da Mesma Areia Morta” na passada Sexta-feira. O álbum já se encontra disponível no Spotify desde 2 de Abril, mas pode também ser ouvido via Youtube ou Bandcamp. A banda de Santo Tirso promete lançar uma edição em CD a breve trecho.

Diferentes Formas da Mesma Areia Morta” é composto por três faixas:  Dento de um Sono que É Quase Morte, A Mesma Areia Morta e Diferentes Formas da Mesma Areia Morta. De acordo com uma publicação nas redes sociais, o álbum resulta de um trabalho conceptual que “expressa a perda de humanidade, a alienação tecnológica, o medo, a psicose e a competição feroz e generalizada que impulsionam o clima de decadência que paira sobre a civilização ocidental. Ou, nas palavras de Thomas Pynchon, “um mundo cada vez mais em rota de colisão com o inanimado”.

Descritos como “uma banda experimental” que mistura o chaos rock e a spoken word, os NU surgiram, em 2016, em Santo Tirso. O primeiro EP, “Sala de Operações nº 338“, foi lançado no mesmo ano. “II“, o segundo EP, chegaria dois anos depois.

NU – Diferentes Formas da Mesma Areia Morta [Video Album] from NU on Vimeo.

Os NU são André Soares (baixo), Carlos Adolfo (guitarra, saxofone e percussão), Miguel Filipe Silva (guitarra), Ricardo Coelho (bateria), Rui Pedro Almeida (voz) e Urbano Ferreira (teclados, efeitos especiais e percussão).

 

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Cultura

About Author

Pedro Maia Martins

Esposendense de nascimento, barcelense de criação e conimbricense por hábito. Licenciado em Jornalismo e Comunicação pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Colaborou no passado com o Jornal Universitário de Coimbra - a Cabra e com a Revista Via Latina - Ad Libitum. Foi o último editor de País e Mundo do referido jornal. Colabora neste no momento com a Vila Nova Online e a Revista Bica.

Write a Comment

Only registered users can comment.