Tag "pensar"

Voltar à homepage
Sociedade

Questionário de Proust | Luísa Leite

    Maria Luísa Leite é natural de Vila Nova de Famalicão, onde estudou e residiu até à entrada na universidade, tendo-se licenciado em História e efetuado uma pós-graduação em

Crónica Cultura

‘Apressa-te lentamente.’

      O cérebro é uma máquina lenta que criou máquinas velozes. Tudo isto seria pacífico, se não tivéssemos também o desejo de imitar essas máquinas velozes. A rapidez

Crónica Sociedade

Brocardos | A cavalo dado não se olha o rabo

    Gostei deste título, e não faço a mínima ideia do que vou escrever a seguir, o que não abona muito a favor do cronista, que para contar alguma

Ciência

Pensar | A História do Cérebro

    Como evoluiu o entendimento sobre a função e o funcionamento do cérebro ao longo do tempo? A História que conhecemos começa na Antiguidade Clássica com Galeno de Pérgamo.

Crónica Sociedade

Infância | Para que serve brincar?

    Para que serve brincar? Brincar serve para aprender! Serve para conhecer! Serve para experimentar! Serve para pôr problemas e para os resolver. Serve para ligar corpo, cabeça e

Sociedade

Gratidão | Padre Costa Santos, Professor, homenageado pela ‘Católica’ de Braga

    O Padre Manuel Moreira da Costa Santos, de Ribeirão, Professor de Teologia, “humanista afável e pensador” e uma “sentinela permanente” porque “a estima dos outros é a única cédula da

Sociedade

Educação | Coaching: uma nova abordagem para velhos problemas

      A Family Coaching surgiu em 2008 como um projecto inovador que permitiu implementar em Portugal o conceito de coaching parental, impulsionando uma nova visão do papel dos

Cultura

Raias Poéticas, 7ª edição – 2018 | RAIAS: CONCEITOS RITORNÉLICOS

AS RAIAS POÉTICAS: AFLUENTES IBERO AFRO AMERICANOS DE ARTE E PENSAMENTO, acontecem há 7 anos na CASA DAS ARTES de VILA NOVA FAMALICÃO, PORTUGAL. Professores, escritores, poetas, tradutores, críticos, ensaístas,

Agenda

Escultura | Ângela Ferreira e Fernando José Pereira. Tempus fugit: Contrato (a tempo indeterminado)

De 27 de abril passado a 22 de junho próximo estará patente ao público, no Museu Internacional de Escultura, de Santo Tirso, a exposição Contrato (a tempo indeterminado) dos artistas

Crónica

Dar coisas aos nomes | Dizer adeus às coisas

Tanta coisa depende daquilo que decidimos escrever no início de um texto. Houve alturas em que uma folha em branco me deixava em pânico. Um pânico absoluto, paralisante: levantava-me da

Sociedade

Zelar | Cuidar de quem cuida também é necessário

    Há que pensar o cuidador informal, porque cuidar de quem cuida também é necessário. .. De súbito, na sociedade actual, qualquer cidadão pode ser chamado a desempenhar o