Associação cineclubística de Famalicão dá a ver 5 sessões de cinema ao longo deste mês

‘Mães Paralelas’, de Pedro Almodovar, em grande destaque na programação de março do Cineclube de Joane

‘Mães Paralelas’, de Pedro Almodovar, em grande destaque na programação de março do Cineclube de Joane

Pub

 

 

Este mês de março, o Cineclube de Joane, que exibe regularmente a sua programação na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, propõe a exibição de 5 sessões.

3 de março, 21h45 – Mães Paralelas de Pedro Almodovar

Janis e Ana conhecem-se num quarto de uma maternidade, quando estão prestes a dar à luz. Janis já passou dos 40, apesar de não ser uma gravidez planeada, encara o momento com alegria. A jovem Ana, pelo contrário, está aterrorizada com o que está prestes a acontecer. Naquele momento tão marcante das suas vidas, elas vão criar um laço profundo que se prolongará pelo tempo.  Estreado no Festival de Cinema de Veneza – onde Penélope Cruz recebeu o Prémio Volpi Cup de melhor actriz –, este melodrama sobre os diversos lados da maternidade foi escrito e realizado pelo multipremiado realizador espanhol Pedro Almodóvar.

5 de março, 17h30 – Samsara + Três Dias sem Deus de Bárbara Virgínia

Samsara

A partir do imaginário sugerido pela pintura “A Vida” (1899-1901) de António Carneiro, Samsara explora as dimensões humanas do ciclo de vida e renascimento, conceito de fluxo contínuo, num edificar comum de sentido de Humanidade. Um projecto de cruzamento artístico apoiado pelo programa Garantir Cultura. O filme conta com Filipe Miranda na interpretação e composição musical.

Três Dias sem Deus

O filme retrata a chegada de uma jovem professora primária, Lídia, a uma aldeia no interior de Portugal.
Realizado por Bárbara Virgínia, então com apenas 22 anos e acumulando o papel principal e a escrita do argumento, o filme esteve presente na primeira edição do Festival de Cannes em representação de Portugal. Dos 102 minutos da duração original resistiram apenas 26 minutos da banda de imagem, correspondentes a um fragmento contínuo do filme, que foram alvo de um restauro digital realizado pela Cinemateca.

Obs: sessão apresentação conta com a presença de Ricardo Vieira Lisboa, programador e crítico de cinema

10 de março – France de Bruno Dumont

France, repórter de guerra e encenadora das suas reportagens no ecrã das televisões francesas, é uma celebridade no mundo do jornalismo. Experiente, dedicada e com um grande ego, ela tem milhares de fãs que a olham com admiração. Mas a obsessão pelo trabalho tem os seus custos, e France raramente gasta o seu tempo (ou emoções), com questões familiares. Mas quando um acidente de viação, do qual resulta um ferido, vem abalar a sua vida e a sua credibilidade, ela vê-se em grandes dificuldades em encontrar um rumo.  Nomeado para a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes, um filme escrito e realizado por Bruno Dumont (“Hadewijch”, “Fora, Satanás”, “Camille Claudel, 1915”, “O Pequeno Quinquin”, “Ma Loute”).

Obs: sessão Traz Outro Amigo Também.

17 de março – Yvone Kane de Margarida Cardoso

Depois de uma tragédia que lhe roubou a vontade de viver, Rita decide voltar a África, ao país onde cresceu, e reencontrar Sara, a sua mãe. Enquanto Sara vive os últimos dias da sua vida procurando encontrar um sentido para o seu passado, Rita decide investigar o percurso de Yvone Kane, uma ex-guerrilheira e activista política cuja coragem e determinação marcou várias gerações e cuja morte nunca ficou esclarecida. Porém, apesar dos esforços, nenhuma das duas parece conseguir a redenção de que necessita… Um filme escrito e realizado por Margarida Cardoso (“A Costa dos Murmúrios”), que conta com Irene Ravache, Beatriz Batarda, Gonçalo Waddington, Mina Andala e Samuel Malumbe nos principais papéis.

24 de março –  Crónicas de França do Liberty, Kansas Evening Sun de Wes Anderson

Tudo acontece na fictícia cidade francesa de Ennui-sur-Blasé, numa época indeterminada do século XX. Arthur Howitzer Jr. funda as “Crónicas de França”, um boletim semanal que se torna a voz da sua geração, ao abordar assuntos de variados tipos, desde política internacional, arte ou temas mais humanistas. Quando Howitzer morre repentinamente, Herbsaint Sazerac, J. K. L. Berensen, Roebuck Wright e Lucinda Krementz, seus amigos e colaboradores, decidem publicar uma última edição da revista em jeito de homenagem. É assim que as memórias de Howitzer são transformadas num diário de viagem e em três histórias que se entrecruzam. Décimo filme do aclamado realizador Wes Anderson (“Os Tenenbaums – Uma Comédia Genial”, “The Darjeeling Limited”, “O Fantástico Senhor Raposo”, “Moonrise Kingdom”, “Grand Budapest Hotel”).

31  – CADA UM NA SUA COVA de Tomu Uchida

A viúva Nobuko partilha residência com Tamiko e Junjiro, os dois filhos do seu falecido marido. Tamiko é uma jovem mulher com pretensões de independência, enquanto que Junjiro vive acamado, acometido por uma doença e a tristeza de uma separação recente. As tensões familiares crescem quando Nobuko decide procurar um pretendente para casar com Tamiko. A escolha recai entre o Dr. Ihara, mulherengo descarado, e o Senhor Komatsu, um romântico com problemas de assertividade. Autópsia das angústias do pós-guerra, Cada Um Na Sua Cova esboça um retrato imperdoável da nova sociedade Japonesa onde o “homem é o lobo do homem”.

Obs: sessão Já Não Há Cinéfilos?! – Mestres Japoneses Desconhecidos

‘Terra Franca’ de Leonor Teles ou a vida dos gestos simples do dia a dia

JYSK Portugal - Vila Nova de Famalicão - Lagoa - Atlantic Park - Decoração - Têxteis-lar - Casa - Habitação - Loja - Residência - Morada - conforto - bem-estar - JYSK - JYSK Portugal - Vila Nova de Famalicão - loja - estabelecimento comercial - atlantic park - decoração - têxteis-lar, colchões - roupa de cama - roupa de banho - mobiliário - conceito - 3.0 - hygge - bem-estar - conforto - tranquilidade - preço - desconto - reabertura - investimento - postos de trabalho

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

Laboratório Poético para Mulheres acontece em Guimarães

Semana Santa marca regresso de grandes eventos a Braga

Imagens: DR

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pela sua colaboração.

José Saramago ‘regressa’ à edição com livro de palavras e imagens

LIPOR convida empresas a aderirem ao act4nature Portugal

Pub

Categorias: Agenda, Cinema, Cultura, Famalicão

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.