Definir políticas regionais em compromisso e diálogo com o Governo

Eleições | Ricardo Costa satisfeito com decisão do PS de ratificar calendário eleitoral para as federações

Eleições | Ricardo Costa satisfeito com decisão do PS de ratificar calendário eleitoral para as federações

Pub

 

 

A ratificação da deliberação da Comissão Permanente de adiar e retomar os processos de eleições  federativas, pela Comissão Nacional, reunida hoje, permite o cumprimento dos estatutos e das condições sanitárias e das respetivas recomendações da Direção-Geral de Saúde para estes atos, que o contexto atual exige.

Assim, Ricardo Costa diz que “concorda e está satisfeito” com a decisão da Comissão Nacional do PS e reafirma a importância deste ato eleitoral, nomeadamente no distrito de Braga, onde “nunca, como agora, a sociedade civil e os militantes estiveram tão atentos e expectantes em relação a estas eleições, o que prova a dimensão e o alcance das nossas propostas e o grau de confiança que merecem”.

O candidato a Presidente da Federação Distrital do PS lembra que “é nos militantes do Partido Socialista que reside a força necessária para vencer estas eleições e estou grato e reconhecido pela forma como me têm apoiado e como se têm disponibilizado para dar o melhor de si à minha candidatura”.

“Todos juntos daremos passos firmes para uma Federação Distrital com sentido democrático e socialista. Precisamos de todos, precisamos da Lista B – Todos como Um. Todos Um –  pois o futuro não espera por nós e tem que acontecer agora”, conclui.

A Lista de Ricardo Costa considera que “a Federação do PS de Braga tem que centrar a sua ação na definição de políticas, para o distrito e para o país, no compromisso e no diálogo (e se necessário na tensão dialética) com o Programa do Governo, visando o seu aprofundamento e qualificação contínuos.

 

Fonte e Imagem: TCuTU

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.