23/11 Debate sobe justiça e alterações climáticas na Fundação Cupertino de Miranda, Vila Nova de Famalicão

Transição | Cidadãos abraçam processo judicial contra Comissão Europeia

Transição | Cidadãos abraçam processo judicial contra Comissão Europeia

Pub

 

 

As associações Famalicão em Transição e ZERO – Sistema Terrestre Sustentável organizaram para a tarde de hoje, 23 de novembro, com início pelas 15h00, o evento “Alterações Climáticas e Justiça Climática”. No encontro, serão abordadas estas questões por especialistas em alterações climáticas e jurídicas. Entre outros, está prevista a participação de Francisco Ferreira, presidente da ZERO, Paulo Magalhães, Jurista, Fundador da Casa Comum da Humanidade, Manuela Araújo, presidente da AFeTRa.

Este encontro, que conta com o apoio da Fundação Cupertino de Miranda, pretende focar-se em questões como: “Deve a proteção das pessoas face aos efeitos das alterações climáticas ser considerada como um direito humano?”; “A proteção das populações contra os efeitos das alterações climáticas é uma obrigação dos decisores políticos?”.

Neste dia, serão apresentados os factos, os argumentos e as histórias de alguns dos cidadãos portugueses e respetivas famílias que abraçam um processo judicial contra a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu, no qual exigem maior ambição europeia nas metas traçadas para combate às alterações climáticas.

Entrada livre.

 

Fontes: AfeTRa e ZERO: Imagem: (0) ZERO

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.