‘Barcelos ficará a perder, fruto da inoperância, desleixo, incapacidade e negligência política do executivo’

Eletricidade | Vila Seca, Perelhal e Fornelos prejudicadas por novo traçado da Linha de Alta Tensão, acusa PSD

Eletricidade | Vila Seca, Perelhal e Fornelos prejudicadas por novo traçado da Linha de Alta Tensão, acusa PSD

Pub

 

Após anos de preparação, a Linha de Muito Alta Tensão elétrica avança e está a ser construída em Barcelos. O seu traçado, no entanto, sofreu alterações em relação ao previsto inicialmente. É não apenas mas também e sobretudo contra esse facto e aquilo que entende ser a “inoperância” do partido Socialista no executivo municipal que o PSD de Barcelos se pronuncia em comunicado emitido pela sua estrutura Concelhia.

“As Freguesias de Vila Seca, Perelhal e Fornelos não estavam no primeiro traçado da
Linha de Muito Alta Tensão, foi o Presidente da Câmara [de Barcelos, Miguel Costa Gomes] e o executivo PS quem exigiram a alteração do traçado para essa Linha”, acusa a concelhia do Partido Social Democrata deste concelho, em nota assinada pelo seu Presidente da Comissão Política, José Santos Novais.

“Estas Freguesias foram e estão a ser prejudicadas, com especial gravidade para os “aglomerados
populacionais” e para os proprietários da “zona de canal da Linha” cujas propriedades vão ficar
irremediavelmente prejudicadas para sempre”, considera o PSD barcelense.

A afirmação frontal do PSD de Barcelos lança uma dúvida, sob a forma de interrogação: “Porquê? Para desviar a linha de quem?”

“Durante dez anos o Presidente da Câmara “delegou” e “seduziu” outros para “lutarem” contra a
linha, promoveu e escondeu-se atrás de Comissões Municipais e Deliberações Municipais, coorganizou reuniões em Freguesias para instigar proprietários a não negociarem terrenos com a REN.

E gastou milhares de euros em Advogados e Tribunais, bem sabendo que as Providências
Cautelares e as Acções Judiciais não teriam qualquer utilidade prática porque se trata de um
PIC/Projeto de Interesse Comum perante a UE”, assinala José Santos Novais, sugerindo como o processo se terá desenvolvido ao longo do tempo.

PSD ataca com violência Miguel Costa Gomes e Partido Socialista

“Mas não fez o seu trabalho de acompanhar a elaboração do projecto “no terreno”, sendo quem
tem competências e poderes para representar e defender o Concelho perante o Governo, a REN
e outras Entidades.

Nem fez o seu trabalho de defender o Concelho junto do Governo e dos Partidos Bloco de
Esquerda e PCP/CDU que apoiam o Governo e são co-responsáveis pela instalação da Linha de Muito Alta Tensão.

Os Vereadores PS com pelouros e o Presidente da Assembleia Municipal não estão isentos de
culpas nem podem ser esquecidos nesta situação!

Agora a Linha está em construção por todo o concelho e Barcelos ficará a perder, fruto da
inoperância, desleixo, incapacidade e negligência política do executivo PS”.

 

Fonte: PSD; Imagem: Angeles Balaguer

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

 

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.