Incubadora municipal promove novas ideias de negócio e autoemprego

Empreender | Trinta ideias de negócio em desenvolvimento na Fábrica de Santo Thyrso

Empreender | Trinta ideias de negócio em desenvolvimento na Fábrica de Santo Thyrso

Pub

 

 

São 43 promotores, oriundos de 12 concelhos e com idades que oscilam entre os 18 e os 55 anos. Os 30 projetos selecionados para a segunda etapa do programa Santo Tirso Empreende estão a ganhar forma na Fábrica de Santo Thyrso, através de coaching personalizado e workshops especializados. De visita às sessões de capacitação, que decorreu no passado sábado, 16 de novembro, Alberto Costa, o presidente da Câmara Municipal, destacou a importância do empreendedorismo para o Município de Santo Tirso, que “já investiu cerca de 800 mil euros em programas de fomento do autoemprego e de novas ideias de negócio”.

 O programa Santo Tirso Empreende procura estimular a capacidade inovadora e criadora no concelho, incentivando o aparecimento de ideias de negócio diferenciadoras. Direcionado para as áreas do turismo, design e moda, identificadas como estratégicas no Plano Municipal de Marketing Territorial, o projeto contempla um apoio completo e personalizado aos empreendedores.

Nesta segunda edição, a etapa em curso do programa traduz-se em coaching personalizado, direcionado para aquisição de competências transversais à gestão de negócios, e workshops especializados, focados no desenvolvimento de competências técnicas.

Alberto Costa demonstrou-se “muito agradado com a qualidade dos projetos”, congratulando-se por “todos preverem a criação de emprego qualificado”. Para o autarca, “é muito importante que a dinâmica de fixação de grandes multinacionais em Santo Tirso seja acompanhada pelo nascimento de pequenas empresas, com caráter diferenciador e que contribuam para a diversificação do tecido empresarial”.

É neste contexto, acrescentou, “que a Câmara de Santo Tirso já investiu cerca de 800 mil euros em programas que visam fomentar o autoemprego e incentivar o aparecimento de novas ideias de negócio”.

Após esta fase, os promotores deverão fazer uma apresentação pública dos projetos, estando prevista a seleção dos nove melhores para a terceira e última etapa, que contempla a elaboração do plano de negócios e seis meses de incubação gratuita.

A primeira edição do Santo Tirso Empreende terminou em maio. Os nove projetos vencedores usufruem, atualmente, de um período de incubação gratuita na Incubadora de Moda e Design da Fábrica de Santo Thyrso. Três dos promotores desses projetos, Tiago Santos, Bruno Marques e Meire Santos, acompanharam o presidente da Câmara de Santo Tirso numa visita às sessões de coaching desta segunda edição, partilhando as suas experiências e aprendizagens. A visita decorreu no passado sábado, 16 de novembro.

Fonte e Imagens: Município de Santo Tirso

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Economia

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.