JCDecaux ganha 15 anos de publicidade no mobiliário urbano do Porto

JCDecaux ganha 15 anos de publicidade no mobiliário urbano do Porto

Pub

 

 

A JCDecaux Portugal e a Cidade do Porto assinaram um contrato de concessão para a instalação e exploração de publicidade em parte do espaço público para os próximos 15 anos. A instalação do novo mobiliário urbano foi assinalada com a montagem do primeiro abrigo de passageiros digital na zona de Serralves, à Boavista.

Este contrato, que permite o acesso da JCDecaux à difusão de mensagens de marketing e publicidade junto de um público urbano economicamente ativo, mas também a difusão de mensagens do Município do Porto junto dos seus munícipes, prevê a instalação de 350 novos abrigos de passageiros, incluindo 25 com ecrãs digitais, 180 mupis, dos quais 18 com ecrãs digitais, e 162 com faces convencionais em papel.

O processo de instalação dos novos abrigos de passageiros começou em novembro e irá decorrer ao longo dos próximos meses.

JCDecaux procura responder às necessidades do Porto

No sentido de satisfazer as expectativas do concelho do Porto no que diz respeito a este lote de painéis publicitários em mobiliário urbano no espaço público, a JCDecaux focou-se em cinco pilares-chave do seu modelo de negócio: qualidade, design, funcionalidade, inovação, e desenvolvimento sustentável.

Ao abrigo do novo contrato, a JCDecaux aumenta 2% de cobertura, tanto na faixa de idades superior a 15 anos como no target de classe Alta e Média/Alta da área metropolitana do Porto, de acordo com o estudo de medição de audiências da publicidade exterior para Portugal, desenvolvido pela PSE.

A empresa de publicidade continuará a desempenhar um papel ativo no funcionamento do serviço de transportes públicos, inovando os equipamentos distribuídos pelo  espaço público das principais freguesias da Cidade do Porto para benefício de um milhão de passageiros, fornecendo equipamentos publicitários de elevada qualidade para as marcas, bem como ao disponibilizar um canal eficaz para a comunicação municipal.

Abrigos de passageiros inclusivos distrubuídos por várias zonas da Cidade

Os abrigos de passageiros de nova geração operados pela JCDecaux estarão dotados de uma
infraestrutura de comunicação por voz e ainda um suporte para receber um tablet com informação
da STCP, a operadora de transportes coletivos da Área Metropolitana do Porto, tornando-os mais
inclusivos e acessíveis a todos os utilizadores de transportes públicos.

As novas soluções de mobiliário urbano da JCDecaux ficarão distribuídas por diversas zonas da cidade do Porto, nomeadamente entre a VCI e a Circunvalação, incluindo a zona da Foz, grande parte da Avenida da Boavista, a zona Universitária de Paranhos, passando pelo Amial e Campanhã.

Desta forma, a JCDecaux garante a sua presença nas freguesias do Concelho do Porto com maior percentagem de população ativa, nas quais 52% tem entre 25 e 64 anos, conforme os dados do INE, Censos 2021, in Marktest, Sales Index. Correspondendo assim às necessidades e exigências do município do Porto, dos seus cidadãos e visitantes e, claro, das marcas.

Acrescentar qualidade ao Porto com limpeza e sustentabilidade

“Este é um momento muito importante para a JCDecaux e para o Porto. Vamos dotar o concelho de soluções inovadoras que acrescentam qualidade à cidade, tornando-a mais digital, atraente, inteligente, responsável, ligada e envolvente, sempre de forma sustentável”, destaca Philippe Infante, diretor-geral da JCDecaux em Portugal. “Queremos continuar a posicionar-nos como líderes em inovação e como um verdadeiro agente de dinamização, inovação e transformação do mercado de Out of Home (OOH), e estamos profundamente empenhados em transformar o nosso conhecimento em valor para o município do Porto”.

Sendo a sustentabilidade um dos pilares-chave da JCDecaux, e em linha com a nova estratégia do
grupo até 2030, a empresa líder mundial do mercado de publicidade exterior assume o compromisso de garantir uma maior eficiência do seu mobiliário na cidade do Porto.

  • Todas as viaturas dedicadas à afixação e limpeza dos equipamentos deste contrato serão elétricas;
  • Todos os mupis e abrigos terão iluminação LED ou LCD que garante a diminuição de consumo elétrico e a lavagem dosequipamentos será feita com água desmineralizada, sem químicos nem detergentes, assim contribuindo para preservar o ambiente.
  • Papel utilizado na impressão dos cartazes será 100% proveniente de material reciclado ou com certificado de produção em PFEC (materialproveniente de florestas geridas de forma sustentável).

Estas são algumas das iniciativas da JCDecaux que passam agora a ser implementadas para tornar a cidade do Porto mais limpa e eficiente.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista - solidariedade social - voluntariado - dar-as-mãos - reffod - famalicão - mário passos - chma - raquel varela - escola - escola pública - docência - docentes - professores - escolas privadas - retrocesso social - reformas - classe social - liberdade - amor - gays - lésbicas - direito à diferença - migrantes - migrações - cgtp-in - nações unidas - antónio guterres

Imagem em destaque: JCD

10 experiências culturais para 2 dias na cidade do Porto

Porto planeia tornar-se uma cidade mais acessível para os habitantes

Frente Atlântica une-se para fortalecer apoio aos ucranianos

Santo Tirso Invest divulga ecossistema de negócios à Diáspora

Pafil de Famalicão deixa a sua marca na BMW e na Maserati

Há 280 milhões de migrantes, 2 milhões são portugueses

João Luís Barreto Guimarães vence Prémio Pessoa

“Sonetos do abandono”, assim chamados

‘Uma biografia’ de Pessoa desvenda o homem e a obra literária

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.