Sporting CP 2 – FC Famalicão 1

Sporting venceu Taça de Portugal frente a um FC Famalicão de ‘Cabeça Erguida’

Sporting venceu Taça de Portugal frente a um FC Famalicão de ‘Cabeça Erguida’

Pub

 

 

A equipa feminina do FC Famalicão jogou neste sábado de 28 de Maio 2022 a final da Taça Portugal frente ao Sporting Clube de Portugal, no Estádio do Jamor. Na primeira final em que a equipa participou na prova-rainha do futebol português perdeu por duas bolas a uma, mas saiu derrotada de ‘cabeça erguida’.

Foi uma final equilibrada e em que o FC Famalicão mostrou ‘fibra de campeão’. Sim, porque a ‘fibra de campeão’ não é exclusiva dos campeões mas também é apanágio dos que têm ‘mentalidade competitiva’ para o serem.

Toda a história tem também os seus defeitos e um desses é não lembrar, por vezes, os derrotados. Porque os derrotados merecem também, com frequência, ficar na história.

Uma Final Decidida nos Detalhes

Uma final é por variadas vezes um jogo algo aborrecido de ver e analisar, pois normalmente decide-se nos detalhes: um penalty, um autogolo ou golo com um erro grave de um adversário, uma equipa que é mais eficaz.

Disse José Mourinho que ‘as finais são para se ganhar’ e a maneira como se joga é secundária. É sempre um jogo em que se deve ser pragmático. Foi assim com o vencedor desta Taça Portugal 2021/22 feminina – o Sporting CP.

Início Auspicioso

No início do jogo, o FC Famalicão foi mais forte e Ana Capeta teve oportunidades que poderiam ter sido concretizadas em golo.

Um desses lances foi mesmo a melhor oportunidade do jogo para as ‘Meninas do FC Famalicão’, em lance partilhado com com Daniela Silva.

Dentro da grande área, Ana Capeta, em boa posição para marcar, remata contra uma defensora do Sporting. O esférico sobrou para Daniela Silva que flectiu e rematou, mas… sem efeito.

Penalty Bem Marcado

O Cronómetro marcava cerca 29 minutos quando se dá um penalty claríssimo a favor do Sporting CP.

Num cabeceamento em zona frontal à grande área da Guardiã Alina, a famalicense Vânia Duarte cortou, com o braço, o trajecto do esférico que iria em direção à baliza. Penalty óbvio que Joana Marchão se encarregou de marcar.

A partir deste golo o Sporting CP teve ascendente até ao fim da primeira parte, com um ou outro lance em que poderia eventualmente ter voltado a marcar.

Segunda parte diferente para o FC Famalicão

O FC Famalicão entrou diferente na segunda parte e apresentou outra dinâmica de jogo, em especial na troca de bola. No entanto, tinha dificuldade em criar oportunidades de golo.

A linha defensiva do Sporting CP teve alguns lances precipitados que o FC Famalicão tentou aproveitar, mas o Sporting CP resolveu esses lances quase sempre bem e sem grandes perigos.

O Sporting mandou uma bola à trave direita da baliza de Aline num cabeceamento e marcou, depois, aos 61 minutos, o segundo golo num lance fortuito em que uma defensora famalicense tenta interceptar um remate dentro da grande área e o esférico embate e entra na baliza do FC Famalicão.

Quem fez esse remate foi Chandra Davidson e como o toque acidental da defensora famalicense não é intencional o golo é foi atribuído à futebolista Canadiana.

‘Existe Alguma ‘Vantagem Exacta’ que Ofereça Segurança a uma Equipa!?’

É uma questão pessoal e não uma citação de alguém: um dois a zero é suficiente para segurar um resultado a favor de alguém!?

Não.

E o três a zero já o foi mais!…

Obviamente depende da valia das equipas e, neste caso, foi um caso em que não.

Fernanda Batista (Tipa) Não Resolveu!

Aos 80 minutos da partida, num lance dividido entre Becker e uma atacante do FC Famalicão, houve penalty.

Na marcação, Fernanda Batista, mais conhecida por Fernanda Tipa, rematou de modo algo denunciado para a defesa da Guardiã Leonina.

Fernanda Batista, como descrita na lista das onze iniciais, desta vez não foi ‘aquela Tipa’. Se a grande penalidade tivesse valido o Golo, todo o jogo – e o seu resultado – poderia ter sido diferente. Mas o futebol é assim, e os penaltis nem sempre se concretizam.

Carolina Rocha Reduz, mas é Insuficiente para virar o resultado do jogo

Passavam os 88 minutos de jogo quando Carolina Rocha aparece sozinha e sem marcação directa dentro da grande área leonina. Nessa altura recebe a bola e faz o remate curto para o espectacular golo do FC Famalicão. Tratou-se de um bonito lance de ataque.

Até aos últimos minutos da final da Taça de Portugal o FC Famalicão ainda lutou e tentou levar o jogo para prolongamento. Porém, as várias tentativas revelaram-se infrutíferas perante as Leoas.

Entre essas investidas houve lugar a um lance em que Érica Bispo – uma das melhores jogadoras em campo pelo FC Famalicão – por pouco não marcou um Golaço.

Érica Bispo, que entrou no decorrer da segunda parte, e uma fantástica extrema, esteve prestes a virar o rumo do jogo, com dois ou três lances de muito virtuosismo, como aquele lance dentro da grande área em que contorna as defensoras leoninas e remata forte e colocado em arco e um outro, quase junto à bandeirola de canto, em que driblou 2 ou 3 futebolistas leoninas e prosseguiu a jogada.

Jamor e a Sua Envolvência

O Estádio do Jamor é um sítio mágico e tem uma envolvência rara em todo o mundo.

A Mata que envolve todo o estádio é um palco de festa extraordinário e quem vai a uma final da Taça de Portugal vai também a um meio de socialização que faz deixar o resultado quase sempre como algo secundário. É como um ‘santuário do futebol’ nacional, local onde qualquer adepto do futebol que se leve a sério tem de ir pelo menos uma vez na vida (se o seu clube do coração for capaz de ir a uma final da Taça).

Eficácia Leonina Decidiu o Jogo frente ao FC Famalicão

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - alimentação - gastronomia - história - cultura - portugal

Famalicão fecha época com ‘chave de ouro’

EARO conquista 17 medalhas no Campeonato Regional de Atletismo

Encontro Luso-Galaico de BTT em Esposende reúne quase 1000 ciclistas

VILA NOVA. Conte connosco, nós contamos consigo.

O seu diário digital VILA NOVA Online é gratuito para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Publicidade (promoções e tabelas em vigor ):

Basta enviar-nos o comprovativo da sua compra e o conteúdo a publicar.

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Contacte-nos para situações especiais.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

Alunos da CIOR organizam Feira da Saúde em Famalicão

Continental lança primeiros pneus com poliéster de garrafas PET recicladas

Abelhas indispensáveis à produção agrícola em declínio

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Desporto, Famalicão, Futebol

Acerca do Autor

Francisco Oliveira

Viciado em Imprensa Futebolística desde miúdo, época em que devorava Jornais & Revistas Futebolísticas. Desfruta da Escrita Futebolística desde que começou a escrever para a Página Só nas 4 Linhas na temporada 2018/19. Criador & Pensador da Página Culto Futebolístico nos tempos livres (como sempre!).

Comente este artigo

Only registered users can comment.