Estudo de Anabela Ramos traça a geografia histórica do cultivo, comércio e consumo do fruto no nosso país, desde a Idade Média ao século XXI

Novo livro sobre a História da Laranja em Portugal

Novo livro sobre a História da Laranja em Portugal

Pub

 

 

A historiadora Anabela Ramos lança um novo livro: Laranjas de Portugal: séculos de cultivo e consumo. A obra vai ser apresentada a público no próximo dia 4 de Junho, pelas 15h30, na Biblioteca Municipal de Amares, terra de uma das mais afamadas variedades portuguesas deste que é um dos frutos mais apreciados no nosso país.

Esta obra de Anabela Ramos resulta de um complexo e demorado estudo, que resultou apenas possível “cruzando livros de cozinha, livros médicos, farmacopeias, relatos corográficos, tratados agrícolas e outra documentação avulsa, em especial ligada ao mundo agrícola dos mosteiros”.

Através destes documentos, a autora mostra-nos como evoluiu o cultivo, o consumo e o comércio do fruto, esclarecendo como passámos das laranjas azedas para as laranjas muito mais doces no nosso país e na Europa. Pelo meio, Anabela Ramos dá-nos a ver a presença da laranja e da flor de laranjeira em séculos de culinária e de usos medicinais, e regista o uso decorativo da árvore em pomares e jardins. Entre outras, descobrimos, assim, por que razão em tantas línguas diferentes a palavra usada para designar a laranja é um termo derivado da palavra “Portugal”, uma vez que foram os portugueses que, nos séculos XVI e XVII, trouxeram do Oriente, melhor dizendo, da China e da Índia, variedades doces de laranjas e limões e, a partir daqui, as difundiram por todo o mundo. O livro apresenta ainda as regiões portuguesas onde o cultivo da laranja se destaca, de Amares aos Açores, e termina com receitas de cozinha com laranja ou flor de laranjeira, selecionadas do século XVI ao XXI.

Um livro com uma surpresa especial

Em suma, concentra-se nas páginas desta obra uma história de vários séculos, com informações novas que resultam da original investigação da autora. A laranja, que tantas vezes nos passa despercebida, ganha assim uma nova atenção. E a viagem que o livro nos leva a fazer a tempos antigos e a outras geografias não deixará que voltemos a olhar para as laranjas da mesma maneira.

O livro reserva ainda a surpresa adicional de deliciar o olfato dos leitores que o abrirem com o aroma a laranja, que foi aplicado no interior do papel da capa.

Anabela Ramos, a autora de Laranjas de Portugal

Anabela Ramos é natural de Mangualde e vive há mais de vinte anos em Braga. É licenciada em História, mestre em História Moderna pela Universidade de Coimbra e pós-graduada em Ciências Documentais, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Trabalhou no Arquivo Distrital de Viseu e presentemente exerce funções na Direcção Regional de Cultura do Norte. É ainda membro do projecto ReSEED, da Universidade de Coimbra.

Paralelamente, e no âmbito da sua actividade profissional, Anabela Ramos tem realizado diversos trabalhos de investigação histórica, centrando-se no campo da história social da época moderna, de que se destacam os seguintes títulos publicados: Violência e justiça em terras de Montemuro (1708-1820) (1998); Casas solarengas do concelho de Mangualde (2009); Alimentar o corpo e saciar a alma: ritmos alimentares dos monges de Tibães, séc. XVII (2013); O cidrão: na história, no campo e na mesa (2014); Viúvas de Braga e outros doces do Convento dos Remédios (2019); Receitas e Remédios de Francisco Borges Henriques: inícios do século XVIII (2020).

 

Ficha técnica

Título: Laranjas de Portugal: séculos de cultivo e consumo

Autora: Anabela Ramos

Ilustrações: Ana Hoo

Edição: Ficta Editora; ISBN 9789899971486; Capa mole com badanas, 136 pp.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

O seu diário digital VILA NOVA Online é gratuito para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Publicidade (promoções e tabelas em vigor):

Basta enviar-nos o comprovativo da sua compra e o conteúdo a publicar.

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Contacte-nos para situações especiais.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

Numa cozinha do século XVIII com Francisco Borges Henriques

Vamos a Braga comer um pudim?

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.