Análise ao Momento do FC Famalicão quando faltam apenas 5 Jogos para o término do Campeonato

Famalicão luta Luta pela Sobrevivência na Primeira Liga

Famalicão luta Luta pela Sobrevivência na Primeira Liga

Pub

 

 

Futebol não é uma questão de Vida ou Morte. É muito mais importante do que isso.

Bill Shankly*

 

Não diria algo tão radical. Não levo o futebol tão a sério. Mas penso que se os intervenientes tivessem esta citação sempre presente, o futebol seria elevado para um espetáculo dos céus e os futebolistas seriam deuses.

No entanto, toda a gente sabe que não será bem assim, sendo bem visível que os intervenientes estão longe desta dimensão ideal.

Achei, por isso, pertinente introduzir algum romantismo para falar de um clube que tem como pano de fundo o romance  Amor de Perdição.

Não falta Paixão nos pés dos futebolistas do plantel Famalicense mas, ao mesmo tempo, falta Garra. ‘Ganas’ em Espanhol!

É a Garra que eleva as grandes equipas para outros patamares. É isso que falta a este FC Famalicão.

Um Plantel Algo Desequilibrado

No primeiro artigo escrito para a VILA NOVA Online fiz uma análise à previsível abordagem do que deveria ter tido o FC Famalicão na janela do mercado janeiro. Recordo: para o FC Famalicão realizar um ‘Upgrade Competitivo’, conforme se titulava então, e catapultar a equipa para outros resultados seria necessário a aquisição de um Líder para o eixo defensivo que tinha ficado precocemente sem esse ‘Líder’ quando passavam apenas 19 dias sobre a sua contratação. Quem melhor do que Bruno Alves!?

Um dos melhores aspetos do trabalho realizado pelo treinador Rui Pedro Silva reside na preparação da linha defensiva. Desde que o atual treinador assumiu os destinos do clube, o FC Famalicão sofre agora muito menos golos, tendo um total de 15 golos sofridos.

Desde que Rui Pedro Silva é o ‘Homem do Leme‘ os Famalicenses sofreram  o mesmo registo de golos que o seu antecessor sofreu consecutivamente só em 6 jogos dos seus últimos jogos. Isto diz muito do que é essa melhoria defensiva.

Para tal contribui muito a forma como se defende, mas também a subida de rendimento dos defesas centrais Famalicenses, especialmente Riccieli que está a realizar um época fantástica e já conta com 2 golos (um dos quais no Dragão) e muitas tentativas pela via do jogo aéreo.

Alexandre Penetra é, a par de Riccieli, o mais regular deste eixo defensivo.

Outro elemento a destacar é Alex Nascimento. Este é um promissor jovem brasileiro com rótulo da boa escola canarinha de ‘Zagueiros’ e deve ser titular frente ao Gil Vicente, no jogo desta sexta-feira, 15 de abril.

Dylan Batubinsika é algo intermitente e já tem uma coleção de algumas falhas em que denota algumas limitações em controlar a bola nos pés, sendo razoável a ‘sair a jogar’ com o esférico. Faz parte da Seleção Sub21 Portuguesa, tem formação no SL Benfica e para além disso é, segundo o Presidente da SAD do FC Famalicão, Miguel Ribeiro, a ‘bandeira da Liga Revelação Sub23’, a par de Chiquinho que se transferiu recentemente do Estoril Praia para o Wolverhampton de Bruno Lage.

Meio-Campo = Trapézio Sem Rede

O meio-campo é o caso mais paradigmático do desequilíbrio no plantel do FC Famalicão.

Sendo certo que o meio-campo Famalicense tem desequilibradores (ou criativos, como referi especificamente) em excesso,  ao mesmo tempo faltam na equipa médios de cariz mais defensivo.

O meio-campo defensivo limita-se a Charles Pickel e Gustavo Assunção – que regressou em janeiro após empréstimo ao Galatasaray) e Pepê Rodrigues. Tudo o mais são desequilibradores. Sendo que os próprios Gustavo Assunção e Pepê Rodrigues têm mais em si de desequilibradores do que de equilibradores, porque atacam melhor do que defendem. Isto é algo muito contraditório num plantel, ficando sem se perceber a razão pela qual em cada onze só há um elemento com funções exclusivamente defensivas.

Muitas vezes os jogos são ganhos a meio-campo e tem-se visto ao longo da temporada um FC Famalicão demasiado ‘macio’ nesta área do terreno de jogo. A equipa perde sobretudo bastantes lances divididos e não é agressiva o suficiente para segurar o jogo a seu favor.

Ataque Individualista!

No ataque, o FC Famalicão apresenta mais soluções, em especial desde que Jhonder Cadiz começou a recuperar os índices de goleador que mostrou noutras paragens. Na verdade, esta é a melhor notícia dada pela equipa Famalicense nos últimos jogos.

João Carlos Teixeira, por sua vez, tem-se revelado um trunfo que em Portugal só o FC Famalicão e poucas mais equipas poderiam conseguir trazer para as suas fileiras. É talvez o mais talentoso jogador do plantel Famalicense.

Bruno Rodrigues é uma óptima descoberta (uma de muitas) dos Portugueses pelo Brasil. Futebolista Guerreiro e que combina a Garra que falta ao nosso FC Famalicão com uma boa técnica, mas a precisar de melhorar alguns aspectos. No entanto, tivesse o FC Famalicão mais alguns futebolista com a sua sagacidade.

Simon Banza, décimo melhor marcador desta Liga Bwin, está a concretizar pouco. Marcou o último golo há cerca de mês e meio numa vitória em casa com o Tondela (2-1).

Em síntese, o problema para o FC Famalicão é que vive demasiado de rasgos individuais dos seus futebolistas; e há muito individualismo no ataque Famalicense.

Individualidades em Prol do Coletivo em vez de Coletivo em Prol das Individualidades

O FC Famalicão não tem um plantel forte.

Tem ótimos futebolistas, alguns ao nível do melhor que o futebol português possui, mas os seus atletas destacam-se mais pelo valor individual em prol do colectivo do que o colectivo em prol das individualidades.

Assim, torna-se difícil manter ciclos vitoriosos, só se consegue ganhar de vez em quando. É claro, não é esse o principal objetivo do clube.

Seja como for, a massa adepta e associativa Famalicense só espera que tudo acabe com a manutenção do FC Famalicão na Primeira Liga porque, no final, o que interessa é como tudo acaba.

Contamos com o plantel do FC Famalicão para atingir esse objetivo!

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - comunidade

* William Shankly (Bill Shankly) foi um futebolista e treinador no Liverpool, durante 15 anos, ao longo dos anos 60 e 70, reconhecido pela sua visão romântica do futebol. Para lá de revelar uma forma de estar futebolística não muito vista pelos relvados, Bill Shankly efetuou diversas declarações inteligentes e que ficaram para o futuro, sendo ainda nos dias de hoje citado com alguma frequência.

Imagens: FCF

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pela sua colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Francisco Oliveira

Viciado em Imprensa Futebolística desde miúdo, época em que devorava Jornais & Revistas Futebolísticas. Desfruta da Escrita Futebolística desde que começou a escrever para a Página Só nas 4 Linhas na temporada 2018/19. Criador & Pensador da Página Culto Futebolístico nos tempos livres (como sempre!).

Comente este artigo

Only registered users can comment.