Intervenção melhorou condições do edifício e colocou a descoberto vários tesouros escondidos

Igreja de Santa Clara do Porto reabre ao público após obras de restauro

Igreja de Santa Clara do Porto reabre ao público após obras de restauro

Pub

 

 

Igreja de Santa Clara, um dos melhores e mais conhecidos exemplares da talha nacional, situada na zona da Sé do Porto, volta a receber visitas turísticas, após conclusão das obras de restauro patrimonial a que foi sujeita. A intervenção de vulto, que ascendeu a 2,5 mihões de euros, um dos maiores investimentos em conservação e restauro realizados pela Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN), vai permitir melhorar a usufruição do espaço.

A “Operação Igreja de Santa Clara do Porto” teve início em 2016 e termina agora com a recuperação deste lugar de relevo na cidade, referência do barroco nacional e um dos maiores exemplares da talha dourada em Portugal, assim permitindo a inclusão de uma nova joia arquitetónica nos roteiros turísticos portuenses.

“A igreja de Santa Clara, situada na freguesia da Sé, passava despercebida e poucas pessoas a conheciam”, afirma Alfredo Teixeira, no Jornal de Notícias. “Mesmo os portuenses pouco ou nada sabem deste templo. As obras iniciadas em duas fases colocaram a descoberto todo o esplendor e elementos, como pinturas, até agora desconhecidos”.

Nos últimos cinco anos os trabalhos de reabilitação incidiram sobre o sistema construtivo e estrutural do edifício; a remodelação das infraestruturas elétricas, de telecomunicações e de segurança; a redução de barreiras arquitetónicas e a criação de condições de visita.

Também o património integrado foi alvo de uma intervenção profunda. Cerca de uma centena de trabalhadores da área da conservação e restauro, de diferentes especialidades, integraram a intervenção de todo o espólio artístico do imóvel, de início no reforço de estrutura e coberturas, na remodelação das infraestruturas elétricas, de telecomunicações e segurança e, depois, por último, na parte decorativa, englobando a talha dourada e policromada, a escultura, a pintura de cavalete, a pintura mural, a pedra, o azulejo, os metais e o património organístico.

igreja de santa clara - sé - porto - património - restauro - requalificação - visita - turismo

A intervenção foi acompanhada por uma ampla investigação histórica que incluiu o todo do agora extinto e fragmentado Convento de Santa Clara do Porto, que foi o primeiro mosteiro feminino entre muralhas e do qual sobreviveu a igreja (hoje igreja paroquial), o claustro (hoje integrado na sede do Comando Metropolitano da PSP) e a cerca (incluindo o troço mais bem conservado da muralha medieval do Porto, classificado como Monumento Nacional).

Vários tesouros escondidos foram colocados a descoberto, nomeadamente  um fundo em azulejo e uma lápide de 1645 em granito em honra do Abade da Vandoma ali sepultado que o retábulo de Nossa Senhora da Conceição, o mais afetado pela ação das térmitas, informando sobre a obrigatoriedade de as religiosas do convento dizerem missa diária pela sua alma, escondia, bem como  pinturas sobre madeira, datadas do séc. XVII, que ilustram santos, incluindo Santa Clara.

Reabertura ao público

A partir das 14h00 desta sexta-feira, dia 22 de outubro, a Igreja de Santa Clara, Monumento Nacional desde 1910, estará aberta ao público, podendo ser visitada por todos aqueles que queiram conhecer ou apenas usufruir deste belíssimo espaço patrimonial.

igreja de santa clara - sé - porto - talha nacional - barroco joanino

Fundos europeus e mecenato essenciais à recuperação da Igreja de Santa Clara

A “Operação Igreja de Santa Clara do Porto”, da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Norte, foi comparticipada em 85% pelo Programa Operacional Norte 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, com o Mecenato da Irmandade dos Clérigos e da Fundação Millennium BCP. Extra candidatura contou com o apoio da Associação Comercial do Porto e da Câmara Municipal do Porto.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

Imagens: 0, 2) DRCN, 1) Filipe Matos/MP.

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.