13/11 e…. Museu dos Biscainhos, Braga

Ensino | ‘Gaspar… O Marquês Assim Assim’ dá a conhecer História e Identidade de Braga aos mais pequenos

Ensino | ‘Gaspar… O Marquês Assim Assim’ dá a conhecer História e Identidade de Braga aos mais pequenos

Pub

 

 

 

O Município de Braga, através do Serviço Educativo Integrado (SEI), iniciou esta terça-feira, dia 13 de Novembro, no Museu dos Biscainhos, a apresentação do espectáculo pedagógico ‘Gaspar… O Marquês assim assim’, dirigido aos alunos dos 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico.

 

 

Este espetáculo, em forma de teatro de papel, resulta de uma criação da Confederação – Colectivo de Investigação Teatral para a Braga Barroca, tendo como principal missão a divulgação do património barroco.

A peça de teatro será apresentada ao público escolar às quartas-feiras, durante o presente ano letivo. O espectáculo contará com duas sessões, a primeira a decorrer das 10h00 às 11h30 e, a segunda, das 14h30 às 15h30. Antes de assistirem ao espetáculo, os alunos têm a oportunidade de fazer uma visita guiada ao Museu dos Biscainhos.

O SEI integra assim mais uma atividade educativa que se assume como um instrumento fundamental no conhecimento da história e na promoção da identidade de Braga.

No arranque deste projeto participaram 100 alunos, vindos das Escolas Básicas da Gandra e de Ferreiros – Estrada.

Na sua base, o guião desta peça de teatro tem os contos escritos por Perrault. Com encenação de Miguel Ramos, a interpretação de ‘Gaspar… O Marquês Assim Assim’ está a cargo de Ricardo Soares e Rosário Melo.

O Gaspar é filho do moleiro. Tem por sina ir ao Baile de Debutantes que se dá no Palácio dos Biscainhos e tem por dote um gato ladino. O Gaspar só lhe pede o caminho mais curto, mas o gato tem por jeito encontrar o mais longo.

A partir da técnica de Teatro de Papel mergulhamos no universo do conto de fadas barroco. Uma rapsódia que parece não deixar nenhum personagem encantado de fora.

O Teatro de Papel é uma técnica de marionetas que surge em meados do séc. XVIII. Um fenómeno genuinamente europeu que se tornou muito popular no seio familiar do século XIX. São pequenos espaços cénicos onde o palco, a cenografia, os atores e todos os demais elementos em cena são representados através de figuras/desenhos de papel.

 

Fontes: Município de Braga e Confederação

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. Só um jornalismo forte pode garantir qualidade no serviço oferecido aos leitores.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.