Casa Pia 1 x FC Famalicão 0

FC Famalicão ‘nem piou’ perante triunfo dos ‘Gansos’

FC Famalicão ‘nem piou’ perante triunfo dos ‘Gansos’

Pub

 

 

No fim de tarde deste domingo, 18 setembro, o FC Famalicão deslocou-se ao Estádio do Jamor para jogar frente ao Casa Pia em jogo da jornada 7° desta Liga Bwin 2022/23. Uma vez mais, esta época, saiu derrotado, por 1 a 0. Foi uma derrota que os adeptos mais atentos do clube Famalicense já previam e se confirmou face ao bom futebol e início de campeonato dos ‘Gansos’ comandados pelo treinador Filipe Martins que tem vindo a realizar um trabalho excepcional nos homens de Pina Manique.

‘Domínio Territorial Sem Resistência’

O Casa Pia Atlético Clube começou por dominar o jogo, desde o início, em todos os capítulos. Assim, decorria apenas cerca de logo a cerca do minuto 1 minuto e meio quando enviou pela 1ª vez o esférico à baliza de Luíz Júnior.

Clayton, numa jogada de ataque, rematou fortíssimo. O esférico passou uns curtos centímetros por cima da trave da baliza do FC Famalicão.

Romário Baró encontrou o seu ‘Lugar ao Sol’

A título de curiosidade, diga-se que o Casa Pia tem uma das melhores defesas da Liga Bwin desta época, com apenas três golos sofridos em conjunto com o SL Benfica.

Foi visível no jogo dos ‘Gansos’ com o SL Benfica que o Casa Pia se organiza de forma bem estruturada e defende muito bem nesse encontro que só perdeu por uma bola a zero.

Mas o ataque da equipa, por seu lado, mete algum respeito, uma vez que conta com óptimos executantes. Figura Grande é, desde logo, Saviour Godwin que, neste jogo, esteve em segundo plano, tendo havido palco para outros como Clayton cuja primeira oportunidade se deu logo no abrir do jogo e num outro lance podia ter criado grande perigo.

O melhor em campo desta equipa do Casa Pia, no entanto, foi Romário Baró. Contratado ainda muito jovem ao Sporting CP para acabar a formação no FC Porto, Romário Baró foi cedido pelos portistas para obter espaço como a sua última cedência ao Estoril Praia. Contudo, a experiência não teve muito sucesso, pois o atleta não jogou com regularidade. Já neste Casa Pia, e por este encontro, parece que Romário Baró encontrou o seu ‘lugar ao Sol’, isto é, o seu ‘espaço de afirmação’.

Neste encontro, travou vários duelos com os futebolistas Famalicenses, e em especial com Pelé, que teve bastantes dificuldades em travar o médio-centro de cariz ofensivo dos ‘Gansos’. Romário Baró obrigou ainda Luíz Júnior a aplicar-se para a defesa do jogo desta tarde solarenga.

Casa Pia podia ter ido para o descanso em Vantagem

Mesmo no fecho da primeira parte, aos 46 minutos, Kunymoto teve a oportunidade mais flagrante do jogo. O Atacante Nipónico, sobre o lado esquerdo e com a defensiva do FC Famalicão já batida, tinha tudo para marcar, mas rematou muito frouxo e ao lado.

Foi um ‘pontapé na atmosfera’!

‘Ganso’ Léo Bolgado decidiu o jogo para o Casa Pia

Marcavam 59 minutos no mostrador quando o Casa Pia cobrou um canto sob o lado esquerdo. Léo Bolgado, num cabeceamento irrepreensível, fez, então, o único golo do encontro e da vitória incontestável dos ‘Gansos’.

Foi um lance sem qualquer hipótese para Luiz Júnior.

‘Gansos’ dominaram e triunfaram, Famalicenses ‘nem piaram’!

A Melhor oportunidade do FC Famalicão – e talvez mesmo a única da partida para o clube – aconteceu quando já decorriam os 92 minutos. Nessa altura, De La Fuente subiu no terreno e rematou contra um defensor do Casa Pia em lance em que a defensiva dos homens de Pina Manique suspiraram de alívio. O Esférico ainda embateu, devagar, na trave do Casa Pia, mas o perigo estava ultrapassado.

‘Assim Não’!

Rui Pedro Silva esteve mal na abordagem a este jogo. Tanto assim foi que acabaria substituído à frente dos destinos da equipa técnica do clube. Se tivesse jogado frente a uma equipa de um grau de dificuldade um pouco mais elevado teria sido goleado ao jogar como o FC Famalicão jogou nesta partida.

A equipa tem, neste momento, o pior ataque da liga, com apenas um golo marcado (por Youssuf Zaydou, na 4° jornada, frente ao Santa Clara) e vai agora jogar contra uma das melhores defesas. Não pode, por isso, deixar no banco de suplentes os três avançados de referência atacante na equipa. Referimo-nos a Alex Millan, Puma Rodrigues – que representou pela primeira vez o #VILANOVA – e Jhonder Cádiz que, quando foram lançados contra o Casa Pia, já foi tarde.

É em 90 minutos que se constrói a exibição e respetivo resultado. As Retificações não se fazem, evitam se. Ou fazem-se em situações particularmente necessárias.

Próximos desafios pela frente

Nos próximos dias vai haver uma Paragem devido à participação da Selecção Nacional na Liga das Nações. Assim, o próximo jogo do FC Famalicão será apenas em Outubro. Daqui até lá, espera-se que a SAD do FC Famalicão nomeie novo treinador – Ricardo Soares? – que possa trazer uma nova chama à equipa.

O FC Famalicão, precisado de melhores dias, encontra-se em 16º lugar, com apenas 4 pontos. A 2 de outubro irá receber o sempre aguerrido Boavista que se encontra atualmente em 5º lugar, com 15 pontos, em jogo que se antevê difícil. Esperemos que os tão desejados melhores dias cheguem, então, por essa altura.

casa pia ac x fc famalicão - 1-0 - 18092022 - rui pedro silva

Imagens: FCF

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento - europa - história - cultura - grécia - maratona - guerra - ocidente - mundo islâmico - oriente

Imagem: FCF

Rui Pedro Silva deixa de ser treinador do FC Famalicão

Pub

Categorias: Desporto, Famalicão, Futebol

Acerca do Autor

Francisco Oliveira

Viciado em Imprensa Futebolística desde miúdo, época em que devorava Jornais & Revistas Futebolísticas. Desfruta da Escrita Futebolística desde que começou a escrever para a Página Só nas 4 Linhas na temporada 2018/19. Criador & Pensador da Página Culto Futebolístico nos tempos livres (como sempre!).

Comente este artigo

Only registered users can comment.