Duplicar a capacidade para perpetuar e valorizar a rica tradição do linho em Portugal

Museu do Linho e do Mundo Rural reforça valor de espólio único

Museu do Linho e do Mundo Rural reforça valor de espólio único

Pub

 

 

“Aposta efetiva” na cultura e nas tradições para a valorização das comunidades locais e do concelho de Vila Verde, foram inauguradas, este sábado, 3 de setembro, as obras de ampliação do Museu do Linho e do Mundo Rural, em Marrancos, no concelho de Vila Verde. A ampliação desta infraestrutura é “da maior importância para a cultura e para o progresso local” e reveladora do “orgulho nas raízes” das gentes desta terra.

«Esta é um obra da maior importância para a cultura e para o progresso local”, assumiu a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, numa cerimónia marcada ainda pela celebração do nono aniversário do Museu e pela recriação de uma espadelada de linho – atividade inserida Na Rota das Colheitas.

Vincando que em Vila Verde “a paixão pelo mundo rural não é mera retórica”, Júlia Fernandes sublinhou “o dinamismo e a crescente procura do museu por públicos diferenciados e oriundos de diversas origens, o que tornou “inadiável a realização das obras de ampliação”.

museu do linho e do mundo rural - vila verde - inauguração - remodelação e ampliação de instalações - descerrar da placa

Museu do Linho e do Mundo Rural duplica capacidade

O investimento ascendeu a 334 mil euros, com apoio financeiro de 85% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Norte 2020, no âmbito de candidatura ao Provere para Projeto de Qualificação das Experiências de Touring Cultural no Minho. A área de exposição passou de 283 m2 para 585 m2, além da criação de um espaço exterior para a realização de eventos.

A presidente do município vilaverdense explicou que a intervenção vem assegurar “melhores condições para a preservação e divulgação de um espólio único sobre o mundo rural e todas as fases de cultivo e produção do linho”. Na ocasião, a autarca aproveitou para agradecer ao presidente da Associação Cultural e Recreativa de Marrancos (ACR), Abílio Ferreira, pela doação das peças que integram o museu.

“Quando todos damos as mãos e remamos no mesmo sentido, torna-se mais fácil fazer grandes obras”, afirmou Júlia Fernandes, enaltecendo o trabalho em parceria com as instituições locais, nomeadamente a Junta da União de Freguesias de Marrancos e Arcozelo e a ACR, assim como o Rancho Folclórico de Marrancos, que animou a tarde de festa e convívio.

museu do linho e do mundo rural - interior das instalações

museu do linho e do mundo rural - vila verde - inauguração - remodelação e ampliação de instalações - lenços de namorados e panos

museu do linho e do mundo rural - uma sala de jantar portuguesa

Perpetuar e valorizar a rica tradição do linho em Portugal

Como “grande timoneiro” e impulsionador do Museu do Linho, Abílio Ferreira manifestou o empenho em continuar a reforçar o espólio do museu, partilhando a o desejo que incluir na exposição os antigos trajes domingueiros e dos dias de trabalho das gentes do mundo rural.

As expectativas positivas sobre o futuro do renovado equipamento cultural foram assumidas igualmente pelo presidente da Junta da União de Freguesias de Marrancos e Arcozelo, Manuel Rodrigues, defendendo “um museu vivo e capaz de formar e mobilizar as novas gerações para a preservação e valorização das nossas tradições”.

“Este Museu vai dar passos ainda mais firmes e significativos na sua afirmação como um local de excelência na perpetuação e valorização de uma rica e singular tradição”, augurou o autarca.

museu do linho e do mundo rural - vila verde - inauguração - remodelação e ampliação de instalações - mulheres minhotas preparam o linho

Imagens: JF

Zonas ribeirinhas de Vila Verde alvo de valorização ambiental

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

‘O mundo rural!… Bem passado, se faz favor.’

De volta aos incêndios: os problemas do mundo rural

Meu querido mundo rural

Descentrar cultura acontece em Lamas de Braga

Feiras Novas alegram Ponte de Lima

Bacalhau recheado ou racheado?

Louise Glück e a vida das plantas

Pub

Acerca do Autor

Artigos Relacionados

Comente este artigo

Only registered users can comment.