Em campanha eleitoral para a Federação de Braga…

PS | Palmira Maciel reafirma a necessidade de reforçar a participação política das mulheres

PS | Palmira Maciel reafirma a necessidade de reforçar a participação política das mulheres

Pub

 

 

“As causas que hoje nos movem continuam a ser as mesmas. Estamos, contudo, cientes de que existem agora novos desafios. Reforçar o papel das mulheres na vida interna do nosso partido é reforçar um dos principais estandartes da “marca” PS: as políticas de igualdade. Esta é uma marca de que todas nos orgulhamos e, talvez por isso, o nosso principal desafio”, afirma Palmira Maciel, deputada socialista à AR e candidata a mais um mandato como Presidente do Departamento Federativo de Braga das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos. As eleições, que estiveram suspensas devido à pandemia da Covid-19, foram recentemente remarcadas para 18 de julho.

A Candidatura que encabeça, “Unir vontades, conquistar mentalidades”, assume, como um dos seus grandes objetivos, o reforço da participação política das mulheres na tomada de decisão, suprimindo um conjunto de estereótipos de género e de culturas e práticas organizacionais que têm de ser alteradas e politicamente assumidas.

“Assistimos recentemente ao processo de criação das novas estruturas de base concelhia das Mulheres Socialistas, passo muito importante para reforçar a afirmação da estrutura das MS-ID no território, cabendo a todas e a cada uma de nós tudo fazer para dinamizar este processo de capacitação e participação das Mulheres Socialistas na política”, concluiu Palmira Maciel.

A candidatura “Unir vontades, Conquistar mentalidades”, encabeçada por Palmira Maciel, concorre alinhada com a candidatura “Primeiro o Distrito, primeiro o Partido”, encabeçada por Joaquim Barreto, deputado do Partido Socialista à Assembleia da República de longa data e atual presidente da Federação de Braga.

 

Fonte e Imagens: UVCM

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.