Grupo hoteleiro ENDUTEX tem em carteira vários projetos para segmento de turismo empresarial

GABRIEL COUTO constrói novo Hotel MOOV em Lisboa

GABRIEL COUTO constrói novo Hotel MOOV em Lisboa

Pub

 

 

Apostada cada vez mais na construção e reabilitação de empreendimentos para o sector hoteleiro e imobiliário, a construtora minhota GABRIEL COUTO foi a empresa selecionada pelo grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS para construção do seu mais recente projeto em Lisboa, o futuro Hotel MOOV ORIENTE, o qual será a maior unidade hoteleira do Grupo em Portugal.

Está lançada a primeira pedra daquele que será o primeiro Hotel MOOV da cidade de Lisboa, localizado na zona nobre do Parque das Nações. Este novo projecto representa um investimento global de 10 milhões de euros e tem inauguração prevista para 2022.

O Projeto do futuro Hotel MOOV ORIENTE tem a responsabilidade arquitetónica do Atelier portuense FA – Ferreira de Almeida Arquitetos. A Fiscalização desta empreitada, por seu turno, estará a cargo da ENESCOORD – Coordenação e Gestão de Projetos e Obras.

Endutex aposta na Grande Lisboa

Após ter construído duas unidades hoteleiras no Porto e uma em Évora, o grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS decidiu apostar na região da Grande Lisboa, tendo inaugurado recentemente o Hotel MOOV OEIRAS, e iniciado a construção do Hotel MOOV ORIENTE.

De registar que o Hotel MOOV OEIRAS, inaugurado no final do ano passado, foi também construído pela empresa GABRIEL COUTO, tratando-se de um Hotel com um total de 115 quartos, divididos por oito pisos, essencialmente vocacionado para o turismo de negócios e empresarial, dado se encontrar localizado numa área comercial e empresarial da Área Metropolitana de Lisboa, entre o Lagoas Park e o Taguspark.

O MOOV OEIRAS dispõe do selo Clean & Safe do Turismo de Portugal, que garante que cumpre com todas as medidas de segurança face à pandemia do novo coronavírus.

Quanto ao novo e futuro Hotel MOOV ORIENTE, este pretende ser uma solução de alojamento prática, cómoda e económica para quem viaja em trabalho, mas também em lazer. Será a 5ª unidade hoteleira do grupo ENDUTEX em Portugal, e terá 180 quartos.

MOOV – estadias hoteleiras a preço justo

Segundo André Ferreira, Administrador do grupo hoteleiro ENDUTEX HOTÉIS, considera esta uma aposta estratégica, «já que nesta zona, conhecida pelo grande movimento de passageiros que chegam do aeroporto, mas também da estação ferroviária e rodoviária, a procura ainda é maior que a oferta. Por outro lado, sentimos que há poucas soluções a preço justo, pelo que queremos preencher essa lacuna».

Reconhecendo o momento de grandes desafios para o setor hoteleiro e imobiliário, apesar da pandemia, o Grupo ENDUTEX, produtor mundial de têxteis técnicos, reitera a confiança no futuro e segue a sua estratégia de crescimento e investimento nestas áreas. André Ferreira, adianta que o Grupo tem em carteira vários projetos para este segmento de turismo empresarial, não apenas com a abertura de novos hotéis, mas sobretudo na introdução de novos conceitos de alojamento, que serão anunciados em breve. “Os nossos clientes estão diferentes, pelo que é muito importante repensar estratégias, melhorar conceitos e preparar o futuro da hospitalidade”, refere o mesmo.

Sucesso de clientes é sucesso da GABRIEL COUTO

Para Daniel Costa, Diretor Comercial da GABRIEL COUTO, “a adjudicação deste novo Projeto à nossa empresa é um sinal inequívoco da Confiança por parte do Grupo ENDUTEX na capacidade, experiência e qualidade do trabalho desenvolvido pela GABRIEL COUTO nos seus Projetos, desde a fase comercial e de orçamentação, até à conclusão das respetivas empreitadas. O sucesso dos nossos Clientes é o nosso sucesso.”

Com méritos reconhecidos no setor da construção, tanto a nível nacional como internacional, para a GABRIEL COUTO a adjudicação deste desafiante projeto, surge no seguimento de uma aposta muito forte do grupo no sector privado nestes últimos anos.

Ensino | IPCA avança com escola-hotel em Guimarães

Imagens: GC

Na sua VILA NOVA Online, a melhor Informação e Opinião.

Clique aqui e saiba as últimas que temos para lhe dar sobre o Minho e mais alguns concelhos do Douro Litoral, entre eles Barcelos, Braga, Famalicão, Esposende, Guimarães, Póvoa de Varzim, Santo Tirso, Trofa, Viana do Castelo. E mais, muito mais: política, economia, ambiente, ensino, trabalho, cultura, desporto. Visite-nos.


Tudo para cães e gatos, mas também para outros animais de companhia.

**

*
VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é cidadania e serviço público. Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484

Obs: envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Construção | Gabriel Couto restaura o Teatro Variedades em Lisboa

Pub

Categorias: Economia

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.