Encontro com pedagogo Rafael Betencourt acontece em ambiente virtual

Educação | Famalicão em Transição promove debate ‘Os princípios e a metodologia da Escola da Floresta’

Educação | Famalicão em Transição promove debate ‘Os princípios e a metodologia da Escola da Floresta’

 

A Associação Famalicão em Transição, em articulação com a Federação Concelhia das Associações de Pais, o Centro de Formação de Associação de Escolas e o Município de Famalicão, convidam à participação pública no Ciclo de Conferências “Transformar a Educação: os princípios e a metodologia da Escola da Floresta”, com Rafael Betencourt, no próximo dia 30 junho pelas 21h30 via Plataforma ZOOM.

O essencial sobre a Escola da Floresta

A Escola da Floresta baseia-se em 3 pilares: Formação, Cooperação em Rede e Disseminação.

A motivação para o ensino das Escolas da Floresta passa por conectar as crianças com a Natureza, proporcionando experiências de descoberta e de aprendizagem na Floresta que estimulem o sentido de pertença a uma comunidade e que as tornem mais confiantes, com mais e melhor autoestima, mais atentos aos outros e ao seu impacto sobre o mundo.”As primeiras Escolas da Floresta surgiram na Dinamarca, na década de 1950″. Por essa altura, “a educadora Ella Flatau criou o Walking Kindergarten e incluiu uma caminhada diária na natureza no currículo. Em poucos anos, as mães dinamarquesas começaram a organizar jardins de infância com o intuito de levar as crianças do centro de Copenhague para áreas naturais privilegiadas. Ano após ano, o número de escolas infantis na natureza foi crescendo”, explica a Conexão Planeta contando um pouco o processo de nascimento destas escolas.

Quem é Rafael Betencourt?

Rafael Betencourt é licenciado em História pela PUC do Rio de Janeiro, Mestre em História pelo ISCTE de Lisboa e especialista em Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra. Como educador, trabalha com metodologia de projetos e educação democrática em escolas, comunidades de aprendizagem e na formação de educadores. No Brasil está ligado ao Colo da Montanha, e em Portugal trabalha na Academia da Alegria, em Mafra. É membro fundador da Associação de Escola da Floresta de Portugal e no Brasil de um grupo chamado Terra Viva, que trabalha com metodologias ativas de aprendizagem e com Floresta Escola.

Obs: As inscrições são limitadas a 100 participantes, por limitações da plataforma ZOOM.Fonte e Imagem: Famalicão em Transição, Educação. Que futuro?, Associação Escola da Floresta, Tribo Terra, Conexão Planeta; Imagens: (0) Associação Escola da Floresta, (1) Famalicão em Transição

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Categories: Agenda, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.