Músico e compositor regressa em grande forma ao palco vimaranense em data do seu aniversário

Concerto duplamente especial de Manel Cruz no CCVF

Concerto duplamente especial de Manel Cruz no CCVF

Pub

 

 

O navio dela entrou em porto seguro, no passado sábado, em Guimarães, num CCVF com a plateia compacta e bem composta para assistir ao concerto – adiado, por motivos já sobejamente conhecidos – de Manel Cruz. O acerto de calendário teve a feliz coincidência de juntar o aniversário de Manel Cruz com o último concerto da banda acompanhante (constituída por Eduardo, Serginho e Nico), encerrando a tournée de apresentação do último trabalho do multifacetado músico vale-cambrense – Vida Nova – com família presente entre a plateia.

Os parabéns da praxe, tocado pelos músicos e amplamente acompanhado pelo numeroso público e fans, da vida musical actual, bem como saudosos «fans» dos já míticos Ornatos Violeta, antes dos quase 120 minutos de uma actuação que vai ficar nos anais do CCVF, bem como quem teve e quis ter o privilégio de se lá deslocar.

Os temas foram saindo, e não é fácil definir esta «Vida Nova» deste actual Manuel Cruz, com temas tocados e compostos por ukelele, variando entre o folk,a música tradicional portuguesa e até quase num registo de ópera-rock. Não faltaria mesmo uma aproximação aos «Ornatos» em «beija-flor», muito minimal e visceral até.

Manuel Cruz encerra aqui, neste sábado, mais um dos vários capítulos das suas «nuances musicais», acrescentando mais 1 ano ao cartão de cidadão. Mas «ainda não acabou» para as artes, música em particular – como o duplo encore – facilmente demonstrou, para gáudio do publico.

De regresso aos palcos, Manel Cruz apresentou “Vida Nova”, eleito um dos melhores álbuns de 2019 pela crítica. Ao vivo, faz-se acompanhar por António Serginho (percussão, piano, xilofone), Eduardo Silva (baixo, voz) e Nico Tricot (piano), num espetáculo que tem como ponto de partida o novo disco mas também o repertório mais antigo, passando por inéditos e outros temas que nunca vão existir. Depois de Ornatos Violeta, Pluto, Foge Foge Bandido e Supernada, Manel Cruz dá-se a conhecer mais um bocadinho e é muito o que ainda tem para revelar.

Músico, compositor e letrista, Manel Cruz estreou-se na música com os Ornatos Violeta em 1991. Em 11 anos de percurso, o grupo editou “Cão” (1997) e “Monstro Precisa de Amigos” (1999).

Com o fim dos Ornatos Violeta, Manel Cruz continuou na música e em 2004, com os Pluto, voltou aos discos com “Bom Dia”. Em 2008, com o projeto Foge Foge Bandido lançou “O amor dá-me tesão/Não fui eu que estraguei”; e em 2012, com os Supernada, “Nada É Possível”.

Em 2015, Manel Cruz volta aos palcos sob o cunho de Estação de Serviço, ao lado de Nico Tricot, Edú Silva e António Serginho, onde encarna os vários projetos passados e material próprio, numa espécie de linha do tempo, viajando entre o passado, o presente e o futuro.

O ano de 2019 fica marcado pela edição de “Vida Nova”, o álbum em nome próprio do qual já são conhecidos “Ainda Não Acabei”, “Beija-Flor”, “Cães e Ossos” e “O Navio Dela”.

Ate breve, Manel! E parabéns.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Sons cubanos de La Dame Blanche põem Guimarães em brasa

Clã unido encerra Banhos Velhos das Taipas com belíssimo concerto

7º Suave Fest de Guimarães com concertos esgotados

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

O tempo dos figos

Imagem: AM

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

Categorias: Cultura, Guimarães, Música

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.