Ao abrigo destes 2 programas país vai receber cerca de 40 mil milhões de euros

PRR e Portugal 2030 destinam mais de 12 mil milhões a empresas

PRR e Portugal 2030 destinam mais de 12 mil milhões a empresas

Pub

 

 

12,26 mil milhões de euros é o montante que o Plano de Recuperação e Resiliência e o programa operacional Portugal 2030 destinam especificamente para apoiar as empresas, afirmou Nelson de Souza, o Ministro do Planeamento, na conferência «Fundos Europeus: o Minho e a Galiza», organizada pela ConfMinho – Confederação Empresarial da Região do Minho, que decorreu em Braga.

O PRR vai destinar 5,5 mil milhões diretamente às empresas e o Portugal 2030 vai destinar-lhes, por sua vez, 6,7 mil milhões, tudo isto sem contar os valores de faturação em encomendas, descreveu o Ministro.

Na totalidade, Portugal vai contar com 16,64 mil milhões de euros ao abrigo do PRR e 24,18 mil milhões ao abrigo do Portugal 2030. Estas verbas acrescem a 7 mil milhões de euros que as empresas já beneficiaram ao abrigo do Portugal 2020.

Nestes fundos, realçou Nelson de Souza, vai «haver muito mais incentivos às empresas para a área das alterações climáticas». Mas há ainda que «acrescentar novos setores, novos empregos, novas exportações para que possamos competir nos mercados internacionais», disse o Ministro.

Uma parte dos fundos do PRR vai ser aplicada por intermédio das Agendas Mobilizadoras, que receberam até agora 146 candidaturas – 35% das quais com agendas verdes –, e de um grande concurso para «apoiar a descarbonização na indústria e nos serviços», disse.

Execução do Portugal 2020

Nelson de Souza afirmou ainda que o Governo pretende ter uma execução de 100% dos fundos do Portugal 2020 no final de 2023 (último ano do programa) tendo o País, até final de agosto, executado 10% do Portugal 2020, e tendo uma «elevadíssima probabilidade de cumprir a meta de 16% de execução para este ano». O objetivo é executar 17% em 2022 e 12% em 2023.

«Não deixaremos escapar oportunidades para aproveitar verbas contratualizadas. Temos todas as condições de assegurar que não sobrará dinheiro do Portugal 2020», disse.

Governo relança programa de eficiência energética em habitação própria

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

O tempo dos figos

Imagem: Gov

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

Categorias: Mais recentes

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.