Sócios-gerentes passam a poder beneficiar de regime de lay-off simplificado

Negócios | PAN consegue aprovar no Parlamento medidas para maior proteção de empreendedores

Negócios | PAN consegue aprovar no Parlamento medidas para maior proteção de empreendedores

Pub

 

 

Parlamento aprovou hoje, 7 de maio, o projeto de lei que visa reforçar a proteção dos sócios-gerentes das micro, pequenas e médias empresas. Este projeto de lei foi proposto pelo Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas–Animais–Natureza, com os votos contra do PS, a abstenção do PCP e os votos a favor dos restantes grupos.

“Procurando dar resposta aos apelos dos sócios-gerentes das micro, pequenas e médias empresas, as quais representam mais de 90% do tecido empresarial português, o PAN visa neste Projecto de Lei n.º 305/XIV que sejam criados mecanismos de proteção por via da possibilidade de os sócios-gerentes poderem optar por beneficiar do chamado lay-off simplificado ou dos apoios extraordinários aos trabalhadores independentes“.

Apesar de o Projeto de Lei ter sido anteriormente chumbado com os votos contra do PS e do PSD, e a abstenção do PCP, do CDS-PP e do PEV, o PAN entendeu voltar a submeter nova proposta. O Governo havia, entretanto, procedido a alterações nesta matéria, mas, no entender do PAN, “ainda se afiguravam como manifestamente insuficientes, inclusive segundo as próprias associações representativas dos sócios-gerentes das micro, pequenas e médias empresas. Isto porque as alterações do Governo deixaram, ainda assim, de fora um grande número de sócios-gerentes, além de não ser suficiente para garantir o nível de apoio necessário para fazer face aos reais impactos na atividade económica causados pela atual crise de saúde pública”.

É neste contexto que, “ciente da importância destas empresas no tecido empresarial português e da necessidade de se proporem medidas que vão ao encontro das necessidades do sector“, que o PAN apresentou este novo Projecto de Lei,o qual foi hoje aprovado pelo Parlamento. O Projecto de Lei mantem o apoio extraordinário previsto criado pelo Governo em março, mas possibilita em alternativa (e não em acumulação) a possibilidade de os sócios-gerentes das micro, pequenas e médias empresas poderem beneficiar do regime do lay-off simplificado.

 

Fonte: PAN; Imagem: PAN / Marten Bjork

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Política

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.