Na última década, empresa famalicense tem também reforçado a eficiência energética, reciclagem e reaproveitamento da água

Riopele reforça vendas de tecidos sustentáveis

Riopele reforça vendas de tecidos sustentáveis

Pub

 

 

A Riopele terminou o primeiro semestre de 2022 com 76% dos produtos comercializados inseridos em categorias de sustentabilidade, refere o T-Jornal, uma publicação especializada em indústria têxtil propriedade da APT – Associação Portuguesa do Têxtil e do Vestuário. Esta marca das vendas da empresa famalicense foi conseguida através de vendas de tecidos em poliéster reciclado, tecidos da marca Tenowa e tecidos produzidos em processos de tingimento e acabamento com menor consumo de água e energia.

Sustentabilidade não é moda na Riopele

A estratégia de sustentabilidade que a Riopele tem vindo a implementar – com investimentos de vários milhões de euros – tem dado resultados, uma vez que, nos últimos 5 anos, a percentagem de produtos comercializados com materiais sustentáveis aumentou de 51% em 2017 para 76% no primeiro semestre de 2022.

Na última década, a Riopele reforçou os investimentos em áreas críticas como eficiência energética, reciclagem ou reaproveitamento da água. “A sustentabilidade não é uma moda na Riopele”, mas antes “a forma de estar nos negócios desde a nossa fundação, em 1927”, declarou José Alexandre Oliveira, o CEO da empresa.

Imagem: PortugalTêxtil

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - música - concertos - espetáculo - cultura -livro - literatura - política - trabalho - rendimento - segurança - saúde - cinema - proteção civil - segurança - ribeirão - riba d'ave -

Parfois inova com coleção de casamento

Vestuário digital apoia consumidores e indústria têxtil

Hindu Technical Textiles de Famalicão produz tecido antiviral

José Rodrigues: um dos maiores produtores de vinhos de Bordéus

Matosinhos alarga recolha seletiva de resíduos verdes

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.