Em contacto com a natureza – em S. Pedro do Sul e Viana do Castelo -, no Survival 2022 foram fortalecidos a inclusão e participação democrática e a autonomia dos jovens participantes

PASEC envolve 1 centena de jovens em encontros internacionais

PASEC envolve 1 centena de jovens em encontros internacionais

Pub

 

 

A Educação e Diálogo Intercultural foram os temas de mais dois campos de formação internacionais da PASEC de Famalicão apoiados pelo Programa Erasmus +. Também denominados como Survival 2022, os dois campos de trabalho e formação tiveram lugar em São Pedro do Sul e Viana do Castelo, envolvendo quase cem participantes no total.

O principal objetivo destes dois encontros internacionais foi consolidar e dar mais força a redes colaborativas transnacionais de capacitação/inclusão de jovens que habitam nas periferias e promovem o diálogo intercultural.

As atividades tiveram por base a metodologia da Simbologia Grupal e privilegiaram o contacto com a Natureza. Permitiram aos jovens participantes treinar as competências de liderança organizacional, assertividade, tomada de decisões em situações de crise ou pressão e a resolver situações de conflito interpessoal.

Com base nestas ações de capacitação, a PASEC e organizações parceiras estão a fortalecer uma resposta pedagógica integrada através de redes colaborativas com base na educação não formal de combate à xenofobia, preconceito e falta de solidariedade para com os jovens migrantes, ao mesmo tempo em que trabalham em projetos comuns que possibilitam não só a integração de jovens migrantes, mas a capacitação/envolvimento social dos jovens que habitam nas ultraperiferias e interior nas suas regiões de origem utilizando recursos já existentes.

O Survival 2022 pretendeu formar e relembrar aos jovens envolvidos a história dos seus povos e a sua descendência migrante, a importância da educação intercultural, e o combate ao discurso de ódio, ignorância e apatia face às comunidades migrantes e de refugiados.

Assim, foi possível formar quase cem jovens enquanto mediadores comunitários e agentes de Diálogo Intercultural, dimensão vital das novas sociedades interculturais.

Por fim, as duas ações de capacitação internacional pretenderam também trabalhar dois dos Objetivos da Juventude (Youth Goals – YG) determinados pela União Europeia. Por um lado, foi trabalhado o YG 3, garantir a inclusão de todos os jovens na sociedade, por outro pretendeu-se dar resposta ao YG 9, fortalecer a participação democrática e a autonomia dos jovens e garantir espaços dedicados aos jovens em todos os setores da sociedade.

No final dos dois encontros de trabalho e formação todos os jovens foram certificados com o Youth Pass da União Europeia que reconhece as aprendizagens que efetuaram.

pasec - viana do castelo - formação - juventude - democracia - inclusão

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - música - concertos - espetáculo - cultura -livro - literatura - política - trabalho - rendimento - segurança - saúde - cinema - proteção civil - segurança - ribeirão - riba d'ave -

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.