Geólogo envolvido em ambicioso projeto de aproveitamento turístico e divulgação de jazida do Jurássico médio situado em Ourém e Torres Novas

Galopim de Carvalho ‘apadrinha’ monumento de Pegadas de Dinossáurios

Galopim de Carvalho ‘apadrinha’ monumento de Pegadas de Dinossáurios

Pub

 

 

A caminho dos 91 anos de idade, o geólogo e divulgador científico António Galopim de Carvalho aposta no desenvolvimento do Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios de Torres Novas-Ourém, área classificada desde 1996. Esta é uma ‘iniciativa pessoal’, cujo propósito passa por ‘divulgar amplamente a real importância deste património natural e convencer as entidades que o tutelam a encontrarem meios, não só para fazer nascer um projeto ao nível da citada importância, mas também, para o executarem’.

Naquele que é um projeto ambicioso e fundamental ao desenvolvimento da região, Galopim de Carvalho tem-se envolvido até à medula, mesmo sabendo que o tempo vai ficando cada vez mais curto para conseguir ter a possibilidade de o conseguir ver concluído. Afirma, entusiasmado, o cientista e homem de ação que, apesar de estar prestes a completar, dentro de um mês, “a 91ª volta em torno do astro-rei”, esse facto “não o impede de trabalhar, ainda intensamente, para o pôr em marcha”.

Este é “um projeto a ser pensado em grande, com projeção internacional, compatível com as características que o distinguem a nível mundial”, refere o cientista em nota de divulgação. Nesse sentido, desenvolveu já uma reunião de trabalho com a Secretaria de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, após contactos com o Governo.

Principais características do Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios de Torres Novas-Ourém

1 – Raridade e significado geológico e paleontológico desta jazida do Jurássico médio, com cerca 275 milhões de anos, internacionalmente conhecida e reconhecida;

2 – Qualidade e grande número (centenas) de pegadas de grandes saurópodes, muitas delas organizadas em trilhos, em número de 20, dois deles, com mais de 140m;

3 – Grandiosidade e espetacularidade da jazida, no topo de uma única camada de calcário com 62 500 m2 de superfície;

4 – Extensa área envolvente, onde já existe um circuito pedonal amplo e quilométrico, suscetível de comportar diversos equipamentos complementares deste importante Geomonumento, tais como, jardim jurássico, centro de interpretação, auditório, parque infantil, recinto de merendas, entre outras; e

5 – Atração turística potenciada pela proximidade (10km) do Santuário de Fátima.

Para desenvolver o Projeto, o Professor Doutor Galopim de Carvalho está a tentar envolver quer a Universidade de Lisboa, quer outras instituições de ensino superior, associações e sociedades científicas, nomeadamente ao nível dos respetivos departamentos de Geologia, as autarquias de Torres Novas e Ourém, a Associação para o Desenvolvimento das Serras d’Aire e Candeeiros (ADSAICA) e mesmo o Governo na pessoa do Primeiro-Ministro António Costa. Para lá destas entidades, o Instituto de Ciências da Terra e o Ciência Viva já manifestaram interesse em integrar o Projeto.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

Tanta água….

Uma conversa sobre o sal

VILA NOVA. Conte connosco, nós contamos consigo.

O seu diário digital VILA NOVA Online é gratuito para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Publicidade (promoções e tabelas em vigor):

Basta enviar-nos o comprovativo da sua compra e o conteúdo a publicar para vilanova@vilanovaonline.pt.

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Contacte-nos para situações especiais.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

Geologia antes da escrita

Sobre o granito e a sua origem

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.