Mário Passos eleito para o Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses

Mário Passos eleito para o Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses

Pub

 

 

Mário Passos, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, passou a integrar o Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), após a eleição dos órgão para o organismo representativo de  todos os municípios nacionais, que decorreu nos dias 11 e 12 de dezembro, no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro.

No encontro estiveram reunidos cerca de um milhar de autarcas de municípios do continente e das ilhas dos Açores e da Madeira, tendo aí sido debatidos temas de interesse autárquico, como a descentralização de competências, a regionalização e o financiamento local.

“É uma responsabilidade e uma nova experiência fazer parte do Conselho Geral (da ANMP), sobretudo nesta altura em que foram tomadas posições decisivas para a gestão municipal e o processo de regionalização, que conheceu passos significativos neste congresso”, afirma Mário Passos. O autarca referia-se à resolução aprovada no último dia do congresso que defende a regionalização, apela ao aprofundamento do processo de descentralização de competências e avisa para as fragilidades do Plano de Recuperação e Resiliência.

Mário Passos representará o Quadrilátero na ANMP

Ocupando o sexto lugar da lista, o edil famalicense acaba por ser o representante do Quadrilátero Urbano, que reúne os municípios de Famalicão, Braga, Guimarães e Barcelos, no órgão máximo entre congressos da ANMP.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Luísa Salgueiro dirige Associação Nacional de Municípios Portugueses

Imagem: MVNF

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: [email protected]

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Concertos dão a escutar música de Natal na nova Praça de Famalicão

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.