Natal n’ Aldeia decorre desde o Advento até à Epifania do Senhor

GRACAFE desafia Pedome a montar Rota dos Presépios

GRACAFE desafia Pedome a montar Rota dos Presépios

Pub

 

 

O Natal acontece ‘dentro de cada um de nós’. Por isso, a GRACAFE – Associação Cultural de Pedome, em Famalicão, lança o desafio aos habitantes da freguesia de montarem cada qual o seu presépio na rua, de forma a construirem uma ‘Rota dos Presépios’ que possa tornar mais agradável e animado o ambiente natalício e mesmo ser motivo de admiração por todos quantos se queiram deslocar ao local para apreciar estes trabalhos que serão integrados no mais vasto programa que é o Natal n’ Aldeia.

A edição de 2021 tem início em 26 de novembro, que coincide com o primeiro domingo do Advento, e termina a dia 2 de janeiro 2022, com a celebração de Epifania do Senhor. “Este ano queremos desafiar os Pedomenses a fazerem cada qual o seu presépio na sua rua”, incita a Associação na mensagem de divulgação da atividade. A GRACAFE quer depois identificar os presépios existentes no mapa da freguesia e ir fazendo a respetiva atualização sempre que surjam novos participantes. Assim, todos poderão facilmente saber onde se encontram localizados realizar depois a sua Rota dos Presépios”.

O presépio tradicional português

Segundo a Arte do Povo, “ao contrário do que encontramos noutros países, o nosso presépio tradicional é formado por figuras muito diversas, frequentemente sem correspondência real na época que deveriam representar. À exceção das figuras da Sagrada Família (São José, a Virgem Maria e o Menino Jesus), dos pastores e dos Três Reis Magos, todas as restantes figuras que surgem no Presépio Tradicional Português foram adicionadas com vista a dar uma representação local – ‘mais portuguesa’ – à história da Natividade.

Assim, no Presépio Tradicional Português, podemos encontrar figuras como: um moleiro e o seu moinho, uma lavadeira, soldados e agricultores, o pastor e suas ovelhas, alguns bailarinos de um rancho folclórico, uma mulher com um cântaro na cabeça, uma banda de música, mais alguns animais como cães e patos, várias construções, como casas, moinhos ou pontes, entre muitos outras figuras ou personagens divertidas e genuinamente portuguesas, tais como mulheres e homens das mais diversas profissões.”

gracafe - rota dos presépios - natal - natal n' aldeia - presépio - pedome - vila nova de famalicão

Natal n’ Aldeia de Pedome

Depois do sucesso da primeira edição do Natal n’ Aldeia em 2020, este ano o evento cresceu e abrange, além das iniciativas da Gracafe, todas as iniciativas dos movimentos de Pedome que se relacionam com o Natal.

O objetivo passa por ‘fazer de Pedome numa Aldeia Natal dentro de alguns anos’, assim as várias iniciativas desenvolvidas pelas diversas associações e instituições da freguesia se consigam unir num programa mais vasto, como acontece em 2021, salienta Filipe Abreu, o presidente da Direção. ‘Para já, vamos dando um passo de cada vez. É preciso mobilizar a comunidade de todas as idades a ter um papel ativo neste período do ano que é aquele que mais sentimentos nobres envolvem as pessoas’.

O Natal n’ Aldeia 2021 conseguiu, desta feita, reunir os esforços e iniciativas do Agrupamento de Escuteiros 558, FNA e Guias de Pedome, assim como também Comissão de Festas e Grupo Coral da paróquia. A Junta de Freguesia de Pedome e o Município de Famalicão apoiam também a iniciativa.

Para lá da “Rota dos Presépios”, grande novidade de 2021, este ano haverá também, pela primeira vez, uma Festa de Natal para os Seniores, ‘para que lhes possamos proporcionar um momento de aconchego e carinho envolvidos no espírito natalício’, conclui.

gracafe - rota dos presépios - natal - natal n' aldeia - presépio - pedome - vila nova de famalicão

Engenho apresenta livro comemorativo dos 25 anos da Associação

Imagens: 0) Arte do Povo, 1,2) GRACAFE

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.