Empresa com fábricas na Trofa, Maia, Porto, Coimbra e Lisboa apresenta possibilidades de desenvolver ‘crescimento do negócio no mercado internacional’

Milaneza e Nacional mudam de mãos para novos donos portugueses

Milaneza e Nacional mudam de mãos para novos donos portugueses

Pub

 

 

As famílias Moreira da Silva e Silva Domingues, através da BA Glass, compraram o grupo Cerealis, um dos maiores grupos económicos portugueses do setor alimentar, produtor, entre outras marcas, das massas Milaneza e das bolachas e massas Nacional. O grupo conta atualmente com 5 fábricas situadas na Trofa, Maia, Porto, Trofa, Coimbra e Lisboa. Não foi divulgado o montante da transação mas, de acordo com a notícia divulgada pelo Público, a transação foi realizada através de duas holdings: a Teak, de Carlos Moreira da Silva, e a Tangor, na pertença da família Silva Domingues. A conclusão da aquisição depende da autorização da Autoridade da Concorrência.

Na prática, o grupo Cerealis muda de mãos aos 102 anos, mantendo-se em mãos portuguesas. Fundado em 1919, o grupo português conquistou a atenção de Carlos Moreira da Silva por causa do “valor da empresa” e a “possibilidade de crescimento do negócio no mercado internacional […] onde é possível crescer ainda mais”, entendeu Carlos Moreira da Silva em declarações à mesma publicação. Moreira da Silva garante ainda que não comprou a empresa em saldos. A origem da marca Nacional é, no entanto, bem mais antiga, recuando a 1849.

Sediado em Águas Santas, na Maia, para lá das fábricas em Portugal, a Cerealis detém uma participação de 33,3% na Europasta, numa empresa de massas alimentícias da República Checa. A Cerealis tem cerca de 700 trabalhadores e faturou mais de 200 milhões de euros em 2020. A empresa vai continuar a ser gerida por Rui Amorim, actual CEO.

Ciência Viva | Trigo. O mapa mais completo do genoma do cereal realizado até hoje acaba de ser publicado na Science

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

VILA NOVA Online: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedro costa@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Economia, Empresas

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.