Tiago Simães

Talento Made in Guimarães | João Rocha

Talento Made in Guimarães | João Rocha

 

 

A pessoa

Conheço o João Rocha há muitos anos e a primeira palavra que me vem quando me recordo dele é: um romântico; no sentido pessoal e artístico. Quem não se lembra dos momentos em que ele se sentava ao piano no CAR, e não obstante o barulho que estivesse, o João improvisava e corria as teclas do piano absorto no seu mundo durante horas. Há quem lhe chame “Homo Pianus”.

Um criativo excepcional, um potencial artístico e musical enorme, uma pessoa humilde, introspectiva e profunda, trabalhadora e correcta. Um sorriso tímido mas sincero, ”apassionato” pelo instrumento que toca e pela música de Chopin em especial; demonstra nas suas composições e interpretações rasgos intempestivos de génio.

Sinto às vezes que o João é uma pérola que muita gente ainda não teve o prazer de descobrir.

O trabalho e a criação

O João começou por estudar órgão clássico mas passado um ano (com 11 anos) decidiu que o piano seria o seu instrumento e a sua paixão.

Estudou na Academia Valentim Moreira de Sá e cedo se destacou, criando com 15 anos a sua primeira composição para piano solo; dois anos depois realizou o seu primeiro concerto apresentando obras inéditas de sua autoria.

Desde 2006 que leciona em colégios, academias, universidades seniores, instituições e escolas do ensino público.

Estudou composição com o amigo Fernando Lapa e continua a desenvolver os seus estudos e investigação nessa área até ao presente. Compôs inúmeras obras, para piano e vários instrumentos ensemble, realizando também vários arranjos e transcrições.

Nos últimos dois anos tem-se dedicado a projetos e vertentes de ensino com objetivo terapêutico. Foi diretor artístico, compositor musical e sonoplasta do projeto “PELE” – um projeto artístico e social que visou potenciar a inclusão e acessibilidade através de práticas artísticas para pessoas com incapacidade. Tem uma presença ativa em apresentações na cidade de Guimarães como NocNoc, Greenweek e Saraus de dança ou teatro.

Actualmente leciona piano, formação musical e educação musical, sendo também professor de teatro musical. Desenvolve oficinas e disciplinas de musicalização para crianças e séniores. Encontra-se a desenvolver um projeto com obras de sua autoria, que terá como finalidade levar os instrumentos de orquestra à parte da comunidade que tem menos acesso à música. Desenvolve ainda um trabalho multidisciplinar, que une a terapia da fala e a musicalização para o desenvolvimento de competências linguísticas em crianças.

#talentomadeinguimaraes
#joaorocha

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Categories: Crónica, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.