Rede social interessada em combater a difusão de ‘fake news’

Rede | Facebook vai mostrar aviso antes de partilhar conteúdo antigo

Rede | Facebook vai mostrar aviso antes de partilhar conteúdo antigo

Pub

 

 

O Facebook anunciou na quinta-feira que introduziria uma imagem de notificação avisando os utilizadores no caso de tentarem compartilhar conteúdo com mais de 90 dias, divulga a Tech Crunch, publicação especializada em tecnologia, inovação, redes sociais e empresas, referindo informações dadas a conhecer pelo gigante da internet. Os utilizadores terão a opção de “voltar atrás” ou clicar se ainda quiserem compartilhar a história, sabendo que ela não é nova.

Histórias antigas compartilhadas fora de seu contexto original desempenham, de facto, um papel significativo na difusão de informações erradas (vulgo fake news). A empresa de redes sociais avançou também com a indicação de que “editores de notícias em particular” expressaram preocupação com a recirculação de histórias antigas como se fossem notícias de última hora.

“Nos últimos meses, a nossa pesquisa interna constatou que a pontualidade de um artigo é um importante contexto que ajuda as pessoas a decidir o que ler, confiar e compartilhar”, escreveu o vice-presidente de feed e histórias do Facebook, John Hegeman, no blog da empresa.

A tela de notificação é resultado de outros tipos de notificações com as quais a empresa experimentou recentemente. No ano passado, o Instagram introduziu uma notificação pop-up para desencorajar os utilizadores a compartilhar comentários ofensivos ou abusivos com um conjunto semelhante de opções, permitindo que eles cliquem ou retornem. A empresa afirma que os resultados iniciais com a experiência mostraram são promissores no sentido de orientar os utilizadores  melhor comportamento.

Numa publicação em que anunciou o novo recurso, o Facebook informa ainda que agora está a considerar outros tipos de telas de notificação para reduzir as informações erradas, incluindo pop-ups de publicações sobre a Covid-19 que forneceriam contexto sobre hiperligações de origem e direcionariam os utilizadores para os recursos de saúde pública.

Fonte: TechCrunch; Imagem: (0) Erik McLean, (1) Facebook

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.