Versatilidade da tecnologia permite recurso a seis diferentes métodos de funcionamento na gestão de filas de espera

Consumo | ‘Contacto Zero’ by Partteam, esperar em segurança

Consumo | ‘Contacto Zero’ by Partteam, esperar em segurança

Pub

 

 

 

Tendo em conta as atuais circunstâncias devidas à pandemia de Covid-19, a PARTTEAM & OEMKIOSKS, empresa de Famalicão na vanguarda das novas tecnologias, desenvolveu e acaba de apresentar o ‘Contacto Zero‘. A solução agora desenhada pretende dar resposta a uma necessidade: a realização de uma gestão de filas que seja segura e higiénica, logo de eficaz e de confiança para o utilizador.

De facto, no dia a dia, utilizadores ou clientes de diversos tipos de serviços e negócios confrontam-se diariamente com esta situação, pelo que precisam retirar as suas senhas sem a existência de qualquer contacto físico. A tecnologia desenvolvida pela Partteam responde ao desafio funcionando através de SCAN, QRCODE, SMS ou Voz.

O sistema ‘Contacto Zero‘ da PARTTEAM & OEMKIOSKS foi desenvolvido para a gestão de filas dentro e fora de estabelecimentos, permitindo que os clientes possam retirar a sua senha sem que haja qualquer toque ou tipo de contacto com os dispensadores de senhas.

Assim garantindo medidas de distanciamento social e low touch, cidadãos e empresas conseguem manter os seus espaços protegidos sem que as pessoas toquem ou mexam em objetos.

Métodos:

QR Code: Serviço Único – é apenas necessário um telemóvel onde, com um QRCODE, é possível tirar uma senha e esperar pela vez em segurança;

QR Code: Múltiplos Serviços – com o telemóvel, tira-se uma senha através de QRCODE e, tendo em consideração que cada serviço tem um QRCODE atribuído, o cliente tira a senha do serviço desejado sem qualquer contacto pessoal;

QR Code: Veículos – não é necessário de sair da viatura enquanto espera pela sua vez. Nesta situação, apenas precisa de um telemóvel para a leitura de um QRCODE, que lhe dará acesso a um website onde poderá tirar a sua senha. Depois, basta esperar pela sua vez dentro do veículo;

SMS – basta enviar uma mensagem para o número que estiver indicado para conseguir tirar uma senha virtual. Depois, receberá outra mensagem com o número da senha e é só esperar pela vez (ou então pode imprimir a senha no quiosque);

Sensor – não é preciso tocar no quiosque dispensador de senhas. A segurança é garantida através de um sensor de movimento. Ao aproximar o dedo do serviço desejado, a senha é dispensada automaticamente;

Voz – só é preciso indicar o serviço que se deseja. Por exemplo, se disser “Serviço A”, o quiosque reconhecerá o comando de voz e, automaticamente, atribuirá uma senha no dispensador para o serviço pretendido.

Sistema PORTIER – o cliente é recebido pessoalmente por um funcionário ou gerente da loja (portier = porteiro) e é adicionado à fila de espera através de um tablet. O cliente pode ser adicionado por nome, número de telemóvel, matrícula da viatura. Quando for chamado, a informação aparecerá no display.

Atendendo à necessidade de superação do período que estamos a viver, a PARTTEAM & OEMKIOSKS encontra-se focada no desenvolvimento e adaptação de produtos que ajudem a fazê-lo. Com efeito, a equipa de desenvolvimento de software da empresa, juntamente com os engenheiros de sistemas e eletrónica, está já a desenvolver mecanismos, módulos e novas formas de interação com os equipamentos e sistemas que tem vindo a lançar ao longo dos anos. Pretende-se que estes se adaptem às novas necessidades, de forma a ajudarem os parceiros e clientes da empresa, mas também estas nas suas relações com os respetivos clientes.

Miguel Soares, administrador e fundador da PARTTEAM & OEMKIOSKS, orgulhoso da equipa com que trabalha, destaca, nas redes sociais, que estas são “soluções adaptadas à realidade que estamos todos a viver”.

 

Imagens: P&O

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Obs: envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Economia

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.