‘Pinheiro Braga: O Engenheiro regressa a casa’ é a primeira visita virtual a ser disponibilizada pela plataforma Famalicão ID

Museus | Visitar exposições em Famalicão sem sair de casa

Museus | Visitar exposições em Famalicão sem sair de casa

Pub

 

 

A partir deste sábado, 18 de abril, data em que se assinala o “Dia Internacional dos Monumentos e Sítios”, Vila Nova de Famalicão inaugura uma nova ferramenta online que permite a visita de exposições sem sair de casa.

A informação será disponibilizada através da plataforma “Famalicão ID”, e irá muito além das simples galerias de imagens, sendo que o cidadão poderá desfrutar dos diversos recursos produzidos no contexto de uma determinada exposição (posters, desdobráveis, catálogos, vídeos e notícias, mas também informação de painéis escrita) ou até relacionadas com a mesma (personalidades e edifícios, entre outros). Os primeiros conteúdos disponibilizados dizem respeito à exposição fotográfica “Pinheiro Braga: O Engenheiro regressa a casa”.

A exposição teve como principal objetivo assinalar o centenário de nascimento do eng.º António Pinheiro Braga, Presidente da Comissão Administrativa da Câmara Municipal após o 25 de Abril de 1974, mas também divulgar algumas das muitas obras que engenheiro deixou no concelho famalicense. Para isso, não havia local mais indicado do que o Museu Bernardino Machado, no Palacete Barão da Trovisqueira, onde funcionou o seu gabinete de engenharia civil.

A exposição foi composta por 2 painéis introdutórios e 30 registos fotográficos da autoria de Diana Correia com tratamento de Raquel Bragança. As imagens são o registo de alguns dos muitos edifícios desenhados pelo engenheiro em Vila Nova de Famalicão, captando as particularidades dos mesmos, que os diferenciam. A seleção dos imóveis partiu da intenção de reunir edifícios de funções e escalas diversas, e resultou numa sequência de imagens a preto e branco, com apontamentos a verde. Quando percorre a exposição, o visitante fica a perceber que o primeiro engenheiro a abrir gabinete em Vila Nova de Famalicão, destacou-se dos colegas – tinha um gosto moderno, era rigoroso e dava a devida atenção ao pormenor. Note-se a sensibilidade no tratamento dos materiais e texturas; a versatilidade do desenho dos espaços; o seu próprio experimentalismo no desenho das fachadas.

Periodicamente serão lançadas mais exposições, as quais serão oportunamente divulgadas através da página oficial de Facebook do “Famalicão ID”.

A iniciativa promovida pelo Município de Vila Nova de Famalicão, através do Gabinete do Património Cultural, irá dar oportunidade aos famalicenses de visitarem exposições sem sair de casa. A aposta nesta medida, apesar de estar a ser trabalhada há já algum tempo, surge agora com um novo ênfase face à atual situação provocada pelo Covid-19.

Promover o acesso a atividades culturais neste período de isolamento é o principal objetivo desta iniciativa que, de um lado, reforça a identidade famalicense e, por outro, alavanca a criação de conteúdos pedagógicos e educativos para o contexto escolar.

Fontes: Famalicão ID, Município de Famalicão; Imagens: (0) Município de Famalicão, (1) Famalicão ID, (2) Diana Correia

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.