Município adquire terreno para responder a necessidades das populações

Obras Municipais | Esposende alarga cemitério das Marinhas

Obras Municipais | Esposende alarga cemitério das Marinhas

Pub

 

 

A Câmara Municipal de Esposende celebrou hoje escritura de aquisição de uma parcela de terreno, no valor de 112.500 euros, com o objetivo de alargar o Cemitério Paroquial de Marinhas. Esta foi uma promessa eleitoral de Benjamim Pereira, correspondendo às solicitações da população local e da Junta de Freguesia, prevendo-se a imediata elaboração do projeto.

“Acabamos de realizar a escritura de compra do terreno, para o alargamento do cemitério de Marinhas. Esta é uma excelente notícia para esta freguesia e mais uma pretensão de há muitos anos que agora se vê concretizada. Recorde-se que ainda há pouco tempo foi concluída a intervenção de requalificação da zona central onde foi substancialmente melhorada a ligação entre a Igreja Paroquial e o Cemitério”, vincou o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira.

Com uma área de 2927 metros quadrados, o terreno situa-se a norte do Cemitério Paroquial de Marinhas, estando prevista a elaboração de estudos e consequente projeto, adaptando o cemitério às necessidades da freguesia face ao seu crescimento populacional.

Esta é uma antiga pretensão da população de Marinhas, tal como já tinha sido manifestado, aquando do arranque das obras de Requalificação da Zona Central de Marinhas, em maio de 2018.

Este importante investimento do Município de Esposende, no melhoramento das condições de vida da população, ocorre na mesma semana em que o Executivo Municipal aprovou a transferência de 450 mil euros para que as Juntas de Freguesia e de Uniões de Freguesias possam dar início aos respetivos Planos de Investimento.

 

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.