Braga

Ensino | Escola de Psicologia da UMinho celebra 10 anos de vida

Ensino | Escola de Psicologia da UMinho celebra 10 anos de vida

Pub

 

A Escola de Psicologia (EPsi) da Universidade do Minho comemorou o seu 10º aniversário na passado dia 30 de abril. A data foi assinalada, no auditório B1 do campus de Gualtar, em Braga, com uma cerimónia protocolar, uma conferência sobre genética e a entrega de prémios. À cerimónia presidiram o presidente desta Escola, Miguel Gonçalves, e o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro.

 

 

A iniciativa incluiu a entrega de prémios de mérito escolar, uma atuação do Quinteto de Metais do Departamento de Música da UMinho e ainda a palestra “Pescando genes”, por Ángel Carracedo, da Universidade de Santiago de Compostela (USC), em Espanha. Este professor catedrático criou um grupo líder mundial em genética forense, cujas técnicas foram generalizadas em laboratórios dos cinco continentes, estando ainda ligado a casos como o 11 de Março em Madrid e a identificação de vítimas do tsunami na Ásia. “Estamos concentrados num trabalho de genética forense em que a partir de uma pequena mostra biológica se possa predizer as características físicas do indivíduo”, indicou.

A Escola de Psicologia aproveitou a data para revelar fortes ambições para o futuro. “Fazer do Norte uma referência na área da Psicologia”, salientou Miguel Gonçalves, é o desejo desta escola que tem o 5º maior centro de investigação da UMinho. “O modo como o centro de investigação se tem vindo a desenvolver tem-nos orgulhado muito”.

Outras das apostas da EPsi-UMinho, segundo Rui Vieira de Castro passa por “criar laços externos”, nomeadamente com a UPorto e a UTAD, e “intensificar a investigação” no sentido de continuar a curva de crescimento que se tem verificado nos últimos anos.

O programa comemorativo englobou também, a abertura da exposição fotográfica “Psicologia – uma década de Escola, três décadas de história na Universidade do Minho” que vai ficar patente até novembro.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.