Braga

Artes Visuais | Forum Arte de Braga apresenta quatro exposições em 2019

Artes Visuais | Forum Arte de Braga apresenta quatro exposições em 2019

Pub

 

 

 

Foi apresentado esta terça-feira, 22 de janeiro, a programação de 2019 do Forum Arte Braga, a galeria de arte contemporânea criada em 2018 no Altice Forum Braga. A programação 2019 do Forum Arte Braga inicia-se amanhã, 23, e termina já em inícios de 2020.

 

 

A primeira exposição é inaugurada amanhã, 23 de Janeiro, pela Ministra da Cultura, e resulta de uma parceria com o Museu de Arte Contemporânea da Fundação de Serralves. Segue-se uma exposição do artista austríaco Oliver Laric, uma Coletiva de Jovens Artistas Portugueses e uma quarta e última exposição do artista portuense Jonathan Uliel Saldanha, que vai decorrer até aos primeiros dias de 2020.

“Pela sua diversidade artística, o programa do Forum Arte Braga para 2019, reflete os objetivos da galeria desde a sua abertura. Um espaço aberto ao mundo e onde cabem todas as formas e expressões artísticas. Um espaço que alarga e engrandece a oferta cultural de Braga, uma cidade bimilenar com um património único”, referiu Ricardo Rio, Presidente do Conselho de Administração da InvestBraga e da Câmara Municipal de Braga.

A primeira exposição, que estará patente ao público até 18 de Março, é composta por um conjunto de obras da Secretaria de Estado da Cultura em depósito na Colecção de Serralves “Corpo, Abstração e Linguagem na arte portuguesa”.

Esta exposição representa, por um lado, os primórdios da constituição da Colecção de Serralves e, por outro, uma perspetiva muito singular sobre a arte produzida em Portugal entre as décadas de 1960 e 1980. As obras escolhidas atestam os diversos níveis de diálogo e confluência formais que os artistas portugueses do pós-guerra souberam estabelecer entre si e com o contexto internacional. Esta iniciativa integra-se num programa de exposições e apresentação de obras da Colecção de Serralves especificamente seleccionadas para os locais de exposição, com o objectivo de tornar o acervo acessível a públicos diversificados de todas as regiões do país.

A segunda exposição, da autoria do artista austríaco Oliver Laric, vai decorrer entre os dias 29 de Março a 22 de Junho. Estabelecido em Berlim, a prática de Laric embarca em temas sugestivos da cultura pop, media, a relação entre o passado o presente e a globalização. No seu trabalho escultórico, Laric re-imagina esculturas clássicas gregas e romanas, produzindo trabalhos em grande escala com recurso a scans e Impressoras 3-D. As suas exposições foram apresentadas em várias galerias e museus de todo o mundo, como por exemplo o New Museum (Nova Iorque, EUA), a Secession (Viena de Austria) e a actual  exposição no Museum Guggenheim, em Bilbao (Espanha).

Segue-se uma Colectiva de Jovens Artistas Portugueses, de 28 de Junho a 5 de Outubro. Esta exposição dará corpo a um desejo dos curadores em instigar e ativar novos diálogos com as gerações mais jovens de artistas portugueses, dando oportunidade aos demais para uma exposição institucional em solo português. Esta exposição será uma extensão da visão proposta para o funcionamento e dinâmica do Forum Arte Braga, promovendo dinâmicas regionais e de colaboração entre as linguagens artísticas que se praticam no nosso país.

A última exposição do ano, da autoria do artista portuense Jonathan Uliel Saldanha. O seu trabalho integra som, música, vídeo e gesto. Como compositor e músico, actuou em vários festivais e salas de espectáculo, em Portugal e no estrangeiro, como são exemplo actuações no Sonar, Primavera Sound, Issue Project Room, Elevate e OUT.FEST. As suas instalações e performances foram apresentadas no Museu de Serralves, Teatro Municipal Rivoli, Palais de Tokyo e Culturgest Lisboa.

Recorde-se que o Forum Arte Braga é uma iniciativa da InvestBraga que tem como missão exibir artistas portugueses e internacionais num contexto favorável ao diálogo crítico e à polinização cruzada. O eixo central da programação da galeria é uma preocupação com diferenças regionais e individuais, promovendo em simultâneo o cosmopolitismo e a colaboração.

Inspirado pela crença de que a prática artística é capaz de ampliar o escopo da actuação humana e tem o poder de tocar e transformar o mundo. O Fórum Arte, sob a Direcção Artística de Duarte Sequeira e Guilherme Braga da Cruz, cultiva um programa cujas principais premissas são o conceptualismo, o rigor intelectual e a preocupação com o futuro.

Fonte: Município de Braga

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. Só um jornalismo forte pode garantir qualidade no serviço oferecido aos leitores.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo.

MB Way: 919983484

Multibanco ou netbanking:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Arte, Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.