Crowdfunding | Vaca-loura, um escaravelho símbolo nacional

Crowdfunding | Vaca-loura, um escaravelho símbolo nacional

Pub

 

 

 

Após dois anos de trabalho voluntário em prol da conservação da Vaca-loura – Lucanus cervus – e dos seus habitats, o Projeto Vacaloura.pt – Rede de Monitorização da Vaca-loura em Portugal procura ajuda suplementar para dar o próximo passo na proteção da vaca-loura, símbolo . Está, por isso, a realizar uma campanha de crowdfunding através da PPL, comunidade de empreendedores, criativos e de pessoas ativas que procuram ter uma voz na nossa sociedade.

 

 

Segundo os promotores da iniciativa, na sua maioria integrantes da Bioliving – Natureza e Educação para Todos, em apenas dois anos, a Vacaloura conseguiu compilar informação que permitiu duplicar a área de distribuição conhecida da espécie por terras lusitanas. “Todos estes dados têm levantado diversas questões que são consideradas impossíveis de responder sem uma ajuda adicional, além de que o projeto começa a ser impossível de gerir sem algum apoio financeiro”.

A Vacaloura tem como objetivo melhorar as plataformas existentes e reforçar a componente educativa do projeto com esta campanha, mas também quer conhecer com exatidão a distribuição da vaca-loura em Portugal, efetuar estudos genéticos das populações nacionais e ainda avaliar o que acontecerá a esta espécie no futuro, atendendo às previstas alterações globais a nível de clima e uso do solo.

Assim, os organizadores do projeto consideram vital conseguir angariar 7500,00 € para “alcançar estes objetivos, esperando que abram portas que atraiam fontes de financiamento mais sustentáveis a longo prazo”.

A vaca-loura, ícone de Portugal

O macho é inconfundível graças às suas mandíbulas em forma de pinça que usa para combater outros machos.

O comprimento do corpo pode variar entre 2,7 e 5,3 cm (sem contar com as mandíbulas). Contando com estas pode até ultrapassar os 8 cm de comprimento.

As fêmeas são mais pequenas, variando entre 2,6 e 4,1 cm. São brilhantes, com a cabeça e tórax negros e abdómen e pinças acastanhados.

Normalmente podem ser encontradas até Setembro, enquanto ainda têm energia para depositar os seus ovos por vários locais.

Curiosidades

Esta espécie depende de árvores antigas, principalmente espécies de folha caduca como o carvalho-alvarinho ou o castanheiro.

É uma espécie protegida e está classificada como quase ameaçadapela UICN – União Internacional para a Conservação da Natureza.

Os machos têm pinças para lutar entre si na presença de fêmeas. Normalmente encontram-se nos ramos altos das árvores e o macho vencedor é aquele que no final da luta não cair da árvore.
Podem ser predados por aves devido ao seu elevado valor nutritivo.

As larvas de vaca-loura vivem nas raízes de árvores antigas durante mais ou menos 3 anos.
​Esta fase do ciclo de vida é passada a alimentar-se de madeira morta. Quando atinge o tamanho certo irá completar a metamorfose, passando pela fase de pupa até chegar ao adulto.

​O macho adulto tem um período de atividade de cerca de 1 mês. Durante este período, o seu objetivo é acasalar, morrendo logo de seguida, no entanto podem ser encontrados com frequências nas escorrências de carvalhos, onde se alimenta. Começam a aparecer durante a Primavera, tendo o seu pico de atividade nos meses de Junho e Julho. As fêmeas podem ser vistas até Setembro, uma vez que demoram mais tempo a pôr os ovos nos locais ideais para o sucesso da espécie.

 

Fonte: PPL e Vacaloura

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbankimg.

 

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Ciência, Economia, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.