Vila Nova de Famalicão

Ensino | CIOR desloca-se a França para viver de perto a realidade do ensino profissional daquele país

Ensino | CIOR desloca-se a França para viver de perto a realidade do ensino profissional daquele país

Pub

 

 

Durante cinco dias, na semana de 15 a 20 de outubro, um grupo de alunos da Escola Profissional CIOR, acompanhado de dois professores, teve a oportunidade de conhecer de perto a realidade de uma escola profissional em França, participar em aulas e executar atividades lado a lado com os seus colegas de outras nacionalidades

 

 

Este intercâmbio foi  a segunda  atividade de formação do projeto Track it, Don’t lose it, da ação KA2, do programa Erasmus+, na qual a Escola Profissional CIOR é parceira. Este projeto de parceria entre escolas é coordenado pelo parceiro francês do Lycée Louis Blériot,  na região de Paris, dele fazendo parte também a Escola C-Technical School ,de Limassol, no Chipre.

Para a direção da CIOR, este  projeto , que se encontra no segundo ano de execução, tem por objetivo “construir uma ferramenta informática de apoio à atividade das Escolas, bem como criar condições para o desenvolvimento nos jovens do ensino profissional de competências empreendedoras, motivando os alunos para a conclusão dos seus percursos formativos, promover o sucesso educativo e combater o abandono escolar precoce”.

No decorrer desta semana os alunos tiveram a oportunidade de executar atividades práticas de eletrónica e automação, ter aulas de língua Inglesa e francesa, bem como participar em conferências sobre competências empreendedoras e a História da Europa. A parte cultural também não foi esquecida tendo os alunos visitado cidade de Paris, a Torre Eiffel, o Palácio de Versailles e a casa do Pai da Europa – Jean Monnet. Este projeto encerrará em março de 2019, na CIOR.

A CIOR é uma escola de referência do ensino profissional em Vila Nova de Famalicão. Leciona Cursos Profissionais e Cursos CEF.

 

Fonte: CIOR

 

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.