Barcelos

Descentralização | Câmara Municipal transfere 3ª tranche de um total de 5 milhões de euros anuais para as freguesias

Descentralização | Câmara Municipal transfere 3ª tranche de um total de 5 milhões de euros anuais para as freguesias

 

 

A Câmara Municipal de Barcelos deliberou, ao abrigo do contrato de cooperação entre o Município e as freguesias do concelho de Barcelos.em reunião do executivo de 20.09.2018, autorizar a transferência de 1.280.951,00€ para as freguesias, verba referente ao pagamento do terceiro trimestre do contrato de cooperação entre o Município e as freguesias do concelho.

 

 

O pagamento agora efetuado pela Câmara Municipal corresponde a 25% do valor do protocolo com as freguesias, no total de 5.123.804,00€, correspondente a 200% da verba que as freguesias recebem do Fundo de Financiamento das Freguesias e que se assume como o principal instrumento financeiro e de investimento das freguesias do concelho de Barcelos, existente desde 2010.

Também na mesma reunião, o executivo municipal aprovou os seguintes apoios na área da educação: à Associação de Pais do Jardim de Infância de Vila Cova, um subsídio no valor de 2.000,00€ e ao Agrupamento de Escolas Vale D’Este, um subsídio no valor de 2.000,00€; no âmbito da Ação Social Escolar, a comparticipação nas despesas com as refeições escolares a 68 alunos dos jardins de infância e de escolas do 1.º ciclo do concelho.

Quanto aos restantes apoios, destaque para o apoio à renda a 23 agregados familiares, o transporte em ambulância de munícipe nas deslocações ao Hospital de Braga, para tratamentos, a atribuição de um subsídio no valor de 7.000,00€ à Associação de Pais e Amigos das Crianças (APAC).

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou por unanimidade, a remessa do projeto de alteração dos estatutos da Empresa Municipal de Educação e Cultura à Assembleia Municipal para aprovação.

 

Fonte: Município de Barcelos

 

Imagem: Paulo Carneiro

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbankimg.

 

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.