Companhia de teatro de Guimarães abraça 2022 como ‘O ano do nosso desconfinamento’ e com o Espaço Oficina como epicentro

Sara Barros Leitão diretora artística convidada do Teatro Oficina

Sara Barros Leitão diretora artística convidada do Teatro Oficina

Pub

 

 

Sara Barros Leitão é a nova diretora artística convidada do Teatro Oficina, de Guimarães, para o ano de 2022. ‘O ano do nosso desconfinamento’ é o mote da ação que a encenadora e mulher de cultura partilhou na sessão da sua apresentação em que desejos, novos rumos e vidas para a companhia cujo epicentro da ação será o Espaço Oficina foram dados a conhecer. O ano de 2022 começa, por isso, bem e com promessas de fertilidade para a mais destacada associação cultural vimaranense.

‘O ano do nosso desconfinamento’, pensado e apresentado pela própria Sara Barros Leitão e no qual se incluem a criação original ‘Há ir e voltar’ e um ciclo de atividades que inclui o podcast ‘tentativa-erro’, o Assalto ao Arquivo, a Anti-Biblioteca (que ficará disponível no Espaço Oficina) e Anti-Leituras, Jornadas de Teatro, as Oficinas do Teatro Oficina e o jornal ‘Última Hora’, será um terreno de resistência e de criação.

A atriz e encenadora Sara Barros Leitão abraça este novo compromisso com humildade e em diálogo constante com o mundo e com o outro. “Queremos contaminar-nos pelas experiências de pessoas estranhas, e desejamos a possibilidade de nos apaixonarmos por elas, em vez de nos desinfetarmos”, afirma.

Ano artístico com muitas surpresas e novidades

Sara Barros Leitão assume a direção artística da companhia de teatro vimaranense durante 2022 e apresentou um ciclo de atividades para o Teatro Oficina com duração de um ano (de 1 de janeiro a 31 de dezembro), a que chamou ‘O ano do nosso desconfinamento’.

Criação original: ‘Há ir e voltar’

O ano prevê-se com muitas surpresas e novidades. Para este ano, o Teatro Oficina terá uma criação original – Há ir e voltar – escrita e encenada por Sara Barros Leitão para três atrizes, com estreia a 22 de setembro, no Espaço Oficina, onde fará carreira de, pelo menos, três semanas.

Leituras e jornadas de teatro

Ao longo do ano, irão ser desenvolvidas atividades como a anti-biblioteca e anti-leituras com a criação de uma biblioteca de teatro que ficará disponível no Espaço Oficina – reunindo textos dramáticos, livros técnicos ou ensaios relacionados com teatro – e encontros (confortáveis) abertos para círculos de leituras de peças especialmente pensadas para quem gosta de ler teatro, mas não suporta a ideia de fazê-lo sozinho.

Surgirão também duas jornadas de teatro (uma pensada especificamente para estudantes ou jovens profissionais, com foco na entrada no mercado de trabalho, e outra pensada para profissionais, com foco na reflexão de temas transversais à atividade teatral), para pensar e discutir teatro mas também para saber, por exemplo, como abrir atividade, como registar propriedade intelectual, como apresentar um projeto para coprodução, como fazer uma candidatura.

Organização do Arquivo do Teatro Oficina

Sara Barros Leitão propõe-se igualmente a organizar a história da companhia e a torná-la acessível a consulta, tratando e organizando o seu arquivo e criando, pelo menos, um momento de Assalto ao Arquivo, onde pede ajuda a cúmplices (espectadores ou intervenientes) do Teatro Oficina ao longo dos anos na identificação, por exemplo, de fotografias, datas de espetáculos, identificação de figurinos, entre outros.

Diário de bordo de Sara Barros Leitão n’A Oficina em podcast e Última Hora

Para quem estiver fisicamente longe destas ações, toda a atividade de Sara Barros Leitão poderá ser acompanhada através do podcast do Teatro Oficina chamado tentativa-erro, que funcionará como o eixo central do seu pensamento artístico para 2022 e será uma espécie de diário de bordo, muito em breve disponível nas plataformas digitais habituais.

As novidades regulares desta nova vida do Teatro Oficina poderão ainda ser conhecidas através do jornal do Teatro Oficina que irá registar as novidades da companhia quase em tempo real, em jeito de Última Hora, através do qual serão anunciadas as atividades a desenvolver nas semanas seguintes, em diálogo permanente com o mundo. Como qualquer suplemento de última hora, não tem uma periodicidade específica, saindo quando houver o que noticiar. A edição zero – apresentada presencialmente a 26 de janeiro no Espaço Oficina – é uma edição especial, de formato mais pequeno e cheia de parangonas, sendo que a partir de agora poderemos começar a encontrar as Última Horas do Teatro Oficina espalhadas pelas ruas da cidade e pelos becos do on-line.

sara barros leitão - a oficina - guiamrães - teatro oficina - espaço oficina - encenação - teatro - artes do palco

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - diário digital - vila nova de famalicão

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Poderá ainda visitar os nossos anunciantes.

A visita aos sites dos anunciantes é grátis e poderá encontrar algum produto ou serviço do seu interesse. 

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Guimarães, Teatro

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.