Infraestrutura de vanguarda mundial na área da nanotecnologia e tecidos inteligentes dará mais força e amplitude ao trabalho desenvolvido no CITEVE

CeNTI fixa-se em Famalicão

CeNTI fixa-se em Famalicão

Pub

 

 

CeNTI – Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, um instituto de inovação e investigação de importância estratégica nacional, vai fixar-se em Famalicão. Para o efeito, o CITEVE construirá instalações próprias e definitivas para este organismo mediante o prolongamento do seu edifício junto ao Parque da Devesa.

Fundado em 2006, o CeNTI tem como membros associados fundadores o CITEVE – Centro Tecnológico da Indústria Têxtil, a Universidade do Minho, a Universidade do Porto, a Universidade de Aveiro e o CTIC – Centro Tecnológico das Indústrias do Couro, e é membro ativo das associações europeias: Organic Electronics Association (OE-A) e da Energy Efficient Building (E2B).  As equipas de I&D+I do CeNTI têm formação avançada nas mais variadas áreas de conhecimento, das engenharias (química, polímeros, biológica, materiais, electrotécnica, biotecnologia, etc.) às ciências (química e física), com graus académicos avançados.

CeNTI instala infraestrutura de vanguarda mundial na indústria têxtil

“É uma grande notícia para Vila Nova de Famalicão”, diz o presidente da Câmara Municipal famalicense, Paulo Cunha, depois de a autarquia ter garantido a execução do projeto para o CeNTI ao aceitar reverter uma área de terreno com cerca de 9 mil metros quadrados de que tinha direito de superfície por um período de 51 anos, mas que são propriedade do CITEVE. “Famalicão vai fixar e desenvolver uma infraestrutura de vanguarda mundial, que vai dar mais força e amplitude ao notável trabalho que o CITEVE tem desenvolvido em Portugal a partir de Vila Nova de Famalicão”, refere o autarca.

Terreno da Devesa mantém-se em posse pública por 100 anos

Estes cerca de 9 mil metros quadrados de terreno que vão ser devolvidos ao proprietário, e que correspondem grosso modo à área de instalação das hortas urbanas, fazem parte de uma área total de perto de 51 mil metros quadrados que são do CITEVE e, em simultâneo, parte integrante do Parque da Devesa.

Estes haviam sido cedidos ao Município de Famalicão em 2009. Agora, ao abrigo deste novo acordo, que vinha sendo do conhecimento público mas ainda não fora concretizado, a cedência da parte não utilizada vai ser prolongada para 100 anos.

A intervenção a desenvolver pelo CITEVE não implica qualquer alteração ao Plano de Urbanização aprovado pela autarquia para a área em 2012.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Imagem: Município de Famalicão

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.