‘Passadiço Pedonal ao longo da margem direita do Rio Cávado, entre a Frente Ribeirinha de Barcelos e a zona da Quinta do Brigadeiro’ dá os primeiros passos

Urbanismo | Passadiço pedonal na margem direita do Cávado avança em Barcelos

Urbanismo | Passadiço pedonal na margem direita do Cávado avança em Barcelos

Pub

 

 

Barcelos vai passar a dispor de um passadiço situado na margem direita do Cávado, em plena zona ocidental da cidade. A obra, há muito sonhada e desejada pelos barcelenses – esta ou similar -, verá nascer, muito em breve, a primeira fase numa extensão de 1.353 metros.

“Passadiço Pedonal ao longo da margem direita do Rio Cávado, entre a Frente Ribeirinha de Barcelos e a zona da Quinta do Brigadeiro” consiste numa via pedonal, em plena cidade de Barcelos, destinada ao lazer e circulação entre a porta da cidade e Vila Frescainha S. Martinho, sempre junto à bela paisagem fluvial do núcleo urbano.

O projeto será construído quase todo em terrenos de domínio público, tendo apenas uma parcela pertencente a particulares da qual já foi feita escritura de constituição de servidão administrativa a favor do Município, no que constitui o primeiro passo para a execução do referido projeto.

Passadiço ribeirinho irá articular com ciclovias e núcleo urbano

Com um valor base de 1.755.784,55€, acrescido de IVA, e um prazo de execução de 15 meses, o projeto constitui a primeira fase de um percurso mais amplo que, numa segunda fase, abarcará 1.748 m de extensão, na concordância com a frente ribeirinha da cidade de Barcelos e até à Quinta do Brigadeiro.

A operação integra o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) Barcelos 2020, na PI 4.5 (Mobilidade Sustentável), tendo um apoio financeiro do FEDER, já aprovado, de 1.173.076,80€. Tem como objetivo específico promover a mobilidade urbana ambiental e energeticamente mais sustentável, num quadro mais amplo de descarbonização das atividades sociais e económicas e de reforço das cidades enquanto espaços privilegiados de integração e articulação de políticas e âncoras de desenvolvimento regional.

O projeto do passadiço, terá uma área de intervenção de 27.000 metros quadrados, dos quais 26.663,70 metros quadrados se situam em espaço público. Quando pronta, a via irá articular com a rede de ciclovias com vários troços e que têm como principal enfoque o núcleo urbano central.

 

Imagem: Município de Barcelos

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.