Partido inteirou-se sobre início do ano letivo em curso e defendeu abertura de estabelecimento de ensino de pré-escolar na Cidade

Ensino | PCP reúne com Vereadora da Educação de Esposende

Ensino | PCP reúne com Vereadora da Educação de Esposende

Pub

 

 

Uma delegação da Comissão Concelhia de Esposende do PCP reuniu esta sexta-feira com a Vereadora do Pelouro da Educação de Esposende, Angélia Cruz, para se inteirar de como está a decorrer o início do ano letivo e das dificuldades com que a autarquia se está a deparar, bem como apresentar as preocupações que mobilizam os comunistas.

A Comissão Concelhia do PCP questionou a Vereadora, nomeadamente, sobre a organização dos transportes das crianças e jovens, os recursos existentes no concelho e as obras nos estabelecimentos escolares que se encontram paradas.

Os elementos do PCP afirmaram que o regresso ao ensino presencial é possível e decisivo para normalizar o processo ensino/aprendizagem e recuperar os atrasos provocados pelas medidas de exceção, adotadas em março passado. Mas o cuidado especial com os transportes, num início de ano letivo marcado, ainda, pelo surto epidémico Covid-19, é essencial para garantir todas as normas de segurança e para se proteger a saúde dos estudantes, dos professores e todos os profissionais da educação.

PCP volta a defender abertura de jardim de infância da rede pública em Esposende

Foi lembrado uma luta antiga do PCP no concelho: a defesa da abertura de um Jardim de Infância da rede pública na cidade de Esposende. Não se compreende que as famílias que residem na cidade, quando pretendem matricular as suas crianças num Jardim de Infância da rede pública, tenham de procurar uma resposta noutra freguesia. Ficou claro que o PCP defende a Escola Pública universal, gratuita e de qualidade como sendo o modelo mais justo que garante o desenvolvimento equilibrado da criança, tendo em vista a sua plena inserção na sociedade como ser autónomo, livre e solidário.

Outro assunto abordado foi a polémica interrupção das obras na Escola Básica do Facho, Apúlia. Num ano em que a distância social entre alunos deve ser regra, o aumento da população escolar nos estabelecimentos onde os alunos daquela escola foram integrados, é uma preocupação e uma prioridade de intervenção.

Também foi solicitada à Sr.ª Vereadora que fizesse o ponto da situação sobre as obras que estão em curso na Escola Secundária Henrique Medina.

Ainda, na senda do que vem defendendo, o PCP preconizou a necessidade da construção de um passadiço coberto na Escola EB2/3 de Marinhas, entre o portão de acesso e o edifício principal, bem como a construção de um espaço coberto na zona de paragem dos autocarros, tudo para proteger os alunos nos dias de maior rigor climático.

Finalmente, os membros da Comissão Concelhia do PCP manifestaram a sua preocupação com a inexistência de apoio diferenciado/especializado às crianças e jovens com necessidades especiais de saúde, desde logo nos períodos não letivos. Nestes períodos, as famílias ficam sem qualquer apoio.

A reunião terminou com o compromisso da Comissão Concelhia do PCP de que todos os esforços serão encetados por melhores condições de educação e de ensino para todas as crianças e jovens garantindo a continuidade das aulas presenciais, pois consideram que nada substitui a relação direta entre aluno e professor, e que só a escola pode assegurar um espaço de aprendizagem, de lazer e de socialização universal, que não descrimina ninguém.

 

Fonte e Imagem: PCP

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.