Cerveja artesanal de Braga começa a ser comercializada nas grandes superfícies

Consumo | Amphora reforça genuinidade de caráter com nova imagem

Consumo | Amphora reforça genuinidade de caráter com nova imagem

Pub

 

 

A cerveja artesanal Amphora, da PCB – Portuguese Craft Beer, de Braga, apresentou este mês de setembro a sua nova imagem de marca.

Não obstante os tempos de incerteza, pelo impacto negativo da covid-19, que tem afetado a economia em geral, os responsáveis da Amphora transbordam de otimismo. “É uma oportunidade para mudar de imagem e assumir o crescimento como um objetivo estratégico”, revela João Seabra, adiantando que pretende ver a Amphora “no ‘Top 5’ nacional das cervejas artesanais”.

Oito anos depois da entrada no mercado, posicionando-se, como uma cerveja artesanal assumidamente regional, com mercado sobretudo nas cidades de Braga – onde nasceu e é produzida – e Guimarães, a Amphora promete terminar 2020 na rota do crescimento pelo país, alavancado pela entrada nas grandes superfícies.

Amphora: 6 sabores com carácter genuíno

A mudança de imagem, que esteve a cargo dos criativos da MCS Design, destaca o vocábulo “Amphora” nos 6 rótulos da marca, como que a antecipar o seu fortalecimento numa oferta de cervejas produzidas que se mantém: Bracara (Cream Ale), Imperator (Quadrupel), Elysivm (Honey Ale), Gladiator (American IPA), Centvrivm (Imperial Stout) e Nemesis (Special Ale).

Ao mesmo tempo, a nova imagem da Amphora procura reforçar o carácter genuíno e artesanal da cerveja bracarense, comunicando de forma mais simples, expressiva e direta.


Alma, a irmã das Amphora

Refira-se que a Amphora tem uma “irmã” para o mercado “premium”, a Alma, que também integra o portefólio da PCB – Portuguese Craft Beer.

Como em vários outros projetos de cerveja artesanal, o fabrico da Amphora também surgiu como um hobby caseiro. Depois, o primeiro contacto com o público traduziu-se num sucesso que rapidamente se expandiu.

33 cl para consumir com moderação

O nome da cerveja remete-nos para um recipiente em cerâmica, que desde o período neolítico foi muito usado para o transporte e armazenamento de vários produtos, sobretudo líquidos, como o vinho ou a água. Agora, cada Amphora chega aos consumidores em garrafas com 33cl de cerveja.

Amphora: para beber, sempre com moderação.

Fonte e Imagem: CA

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Economia

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.