Música | Braga oferece Ciclo de Música de Câmara

Música | Braga oferece Ciclo de Música de Câmara

Pub

 

 

A cidade de Braga vai acolher um Ciclo de Música de Câmara que prevê a realização de sete concertos entre 10 de Outubro e 30 de Dezembro.

Esta iniciativa, que terá como palco a Basílica dos Congregados, resulta do ajustamento da parceria anual entre a Associação Cultural Suonart e o Município de Braga, que tem desenvolvido o projecto “Património Musical do Concelho de Braga”, interrompido, nesta altura, em virtude da pandemia.

Os concertos previstos, com direcção artística de Miguel Simões, integram um repertório instrumental que abarca diferentes períodos da história da música, contando com reputados intérpretes portugueses e estrangeiros em diversas formações, designadamente trio com piano, sexteto de cordas, quinteto com clarinete entre outros.

Os concertos vão realizar-se às Sextas ou Sábados, pelas 19h00, e terão entrada livre com acesso limitado de acordo com as regras da DGS, sendo disponibilizados digitalmente através das redes sociais.

O primeiro concerto realiza-se a 10 de Outubro com a participação de um sexteto de cordas que interpretará obras de Brahms e Tchaikovsky.

 

 

Para Lídia Dias, Vereadora da Cultura, esta foi uma forma de ‘sublimar’ os constrangimentos provocados pela situação pandémica, permitindo a continuidade do protocolo já estabelecido em Fevereiro com a Suonart.

“Apesar da situação difícil que vivemos, a Cultura vai continuar a acontecer”, refere, congratulando-se pela “aposta num programa de grande qualidade artística”.

Contando com o apoio da Basílica dos Congregados e da Antena 2 e a colaboração do Departamento de Música da Universidade do Minho, o ciclo terá uma dimensão pedagógica, dada a participação dos alunos da Licenciatura em Música, e também patrimonial, uma vez que se realiza numa das principais obras de André Soares, que este ano se comemora.

Fonte: Município de Braga; Imagens: (0) Suonart, (1) Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.