Viagem pela música tradicional, fado e filarmonia com uma paragem nos ritmos quentes do Brasil

Verão | ‘Ventilador’ refresca noites bracarenses no Parque da Ponte

Verão | ‘Ventilador’ refresca noites bracarenses no Parque da Ponte

Pub

 

 

Braga vai promover, a partir de 25 de julho e até 5 de setembro, um novo programa de fruição cultural, em versão mais reduzida e intimista, realizado exclusivamente por grupos musicais e artistas da região num dos mais belos recantos bracarenses: o Parque da Ponte.

O programa ‘Ventilador’ apresenta-se como ‘a frescura das quentes noites estivais’: uma viagem pela música tradicional, fado, e filarmonia com uma paragem nos ritmos quentes do Brasil.

A entrada no anfiteatro do parque é livre, mas sujeita à limitação do espaço, garantindo as normativas de controlo da Covid-19 impostas pela Direcção-Geral da Saúde.

:: Programa ::

25 julho | 21h30

Noite de fados, pela Associação Cultural e Recreativa Fado com Arte

01 agosto | 21h30

Sons da Suévia

08 agosto | 21h30

Grupo Canto d´Aqui – Grupo de Música Tradicional Portuguesa

09 agosto | 21h30

Sérgio Mirra

15 agosto | 21h30

Trio Pagú

16 agosto | 21h30

Maria Quê

22 agosto

16h00 – Orquestra de Cordofones Tradicionais de Braga

17h00 – Ida e Volta

29 agosto | 21h30

Daniel Pereira Cristo, Octeto

05 setembro | 21h30

Banda Musical de Cabreiros

 

Fonte: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.