Obra prolongar-se-á durante um ano e resulta de investimento de um milhão e meio de euros

Urbanismo | Em S.Tomé de Negrelos avança nova acessibilidade

Urbanismo | Em S.Tomé de Negrelos avança nova acessibilidade

Pub

 

 

Já está no terreno a construção do novo acesso a S. Tomé de Negrelos, uma das obras mais estruturantes e importantes para a freguesia e que a comunidade há muito anseia, que irá garantir uma melhor organização do espaço e revolucionar as acessibilidades. “Este é um investimento com grande impacto para a população e é a prova de que continuamos a honrar os compromissos”, adiantou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, no lançamento da primeira pedra da empreitada, que decorreu esta terça-feira.

A construção de um novo acesso ao centro de S. Tomé de Negrelos e a requalificação das ruas José Luís de Andrade, Giestal e Moinho do Paço já está em andamento e deverá estar concluída dentro de um ano. O investimento ronda 1,5 milhões de euros e irá “melhorar uma das principais artérias de S. Tomé de Negrelos”, acredita o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa.

Com forte impacto na população da freguesia, mas também nas populações vizinhas que utilizam o atual acesso diariamente, a intervenção prevê a criação de um novo arruamento, desde a Rua D. Maria II até à Rua José Luís de Andrade, que irá libertar a Rua do Giestal da grande afluência de trânsito.

O novo troço coincidirá com parte da Rua Moinho do Paço, atualmente em terra, que irá ser, também intervencionada. Já para a Rua José Luís de Andrade, junto ao Centro Escolar, está previsto o seu reperfilamento, com a construção de um passeio com pelo menos 1,6 metros de largura e de uma ciclovia.

A Rua do Giestal será convertida numa zona de circulação partilhada, com sentido único (ascendente), passeios e ciclovias até ao Centro Escolar. “Vamos privilegiar os espaços de circulação pedonal, as ciclovias e os alunos e encarregados de educação que, diariamente, fazem deslocações para a escola”, sublinhou Alberto Costa.

Roberto Figueiredo, presidente da Junta de S. Tomé de Negrelos, admite que a população “está satisfeita” com o arranque da intervenção e salienta que se trata de uma “empreitada que vem complementar um conjunto de obras que foram feitas na freguesia e que irá permitir que se desenvolva e aumente a fixação de população”.

O investimento nas freguesias é, de resto, algo que a Câmara Municipal de Santo Tirso continua a apostar. “Apesar da pandemia da Covid-19, não perdemos o foco e vamos continuar a investir nas freguesias e a acabar com as ruas em terra”, lembrou Alberto Costa, assumindo que “o investimento não vai parar”.

Inserida no Plano Municipal de Mobilidade Sustentável, a obra é cofinanciada pelo Norte 2020, em 848 mil euros, irá permitir uma melhor organização do espaço e conferir uma maior qualidade de vida à população.

Obra deve estar concluída no prazo de um ano

Fonte e Imagens: Município de Santo Tirso

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categories: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.