Atribuição facilitada por contas positivas da autarquia depende do valor da perda de rendimento minimiza o impacto da crise

Pandemia | Arcos de Valdevez emite ‘Vale de Compras Recontro’ destinado a apoiar famílias em dificuldade

Pandemia | Arcos de Valdevez emite ‘Vale de Compras Recontro’ destinado a apoiar famílias em dificuldade

Pub

 

 

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, que tem implementado vários apoios às pessoas, às instituições e às empresas, aprovou, na última reunião de Câmara, um apoio financeiro a agregados familiares que sofreram uma quebra do seu rendimento durante o mês abril, decorrente do Estado de Emergência.

A crise provocada pela Covid-19 originou consequências sociais e económicas preocupantes. Nesta situação, muitas pessoas tiveram uma quebra de rendimentos devido ao lay-off, ao desemprego, ao encerramento de estabelecimentos, ao isolamento profilático ou a assistência a filhos. A autarquia arcuense tenta, assim, limitar os danos sociais.

A atribuição deste apoio será efetuada em função da perda de rendimento e o número de pessoas do agregado familiar, através de um “Vale de Compras Recontro”, com valor entre 100 euros e 250 euros, para realizarem compras no comércio tradicional e nos produtores locais em qualquer das freguesias do concelho.

Estas medidas visam minimizar o impacto da crise, melhorar o orçamento e a vida das famílias, criar liquidez às empresas e proteger postos de trabalho.

Para mais informações poderá contactar o Serviço de Ação Social do Município, nos dias úteis das 9h00 às 15h00, ou através do telefone 258 520 504 ou do correio eletrónico social@cmav.pt.

Município arcuense conclui 2019 com contas saudáveis

A par da maior execução orçamental, a Autarquia arcuense registou um superavit corrente na ordem dos 21%, que originou um saldo de poupança corrente de cerca de 4 milhões de euros, dando assim cumprimento à regra de equilíbrio orçamental e ao reforço da capacidade de investimento. Reduziu a dívida para os 4,1 milhões de euros, e reforçou a margem disponível de endividamento a utilizar em mais de 5 milhões de euros.

Para João Manuel Esteves, o Presidente da Câmara, “este resultado é fruto de uma gestão autárquica responsável e de proximidade, em articulação com as entidades parceiras e os arcuenses, com o objetivo de construir um concelho com mais oportunidades, mais inovador, mais sustentável e mais atrativo, para quem cá vive e trabalha e para quem cá investe e nos visita”.

A relação de proximidade com os arcuenses e também saiu reforçada, com a realização de transferências superiores a 4,3 milhões de euros, de apoio às famílias, à educação e ação social e à dinamização da atividade económica, cultural, desportiva e recreativa no concelho.

As Grandes Opções do Plano assumiram, em 2019, um investimento global de 12,7 milhões de euros, sendo o maior investimento nas funções sociais, de 8 milhões de euros, seguindo-se as funções económicas, com mais de 2,6 milhões de euros.

O ano 2019 ficou ainda marcado pela conclusão da obra da EB 2,3/S e do Centro Interpretativo do Barroco, o início das intervenções na Oficina de Criatividade Himalaya e a realização de grandes investimentos na rede de estradas, abastecimento de água e saneamento, iluminação e recolha de resíduos, por todo o concelho. A requalificação urbana, a beneficiação de parques e jardins e o reforço da rede de fibra ótica. A colocação de relvados sintéticos nos campos de futebol do Távora e do ADECAS, a conclusão do Museu de Água ao Ar Livre, a beneficiação das ecovias e a criação de um espaço de promoção do vinho verde e dos produtos locais.

Na promoção da atratividade das empresas, do comércio e do turismo, a Autarquia disponibiliza espaços industriais a custos competitivos, um conjunto de incentivos à instalação e ampliação de empresas e promove a reabilitação urbana com a concessão de benefícios fiscais.

“Todo este investimento é potenciado pelo Município e seus parceiros, através da realização de vários eventos de cariz social, económico, cultural, desportivo e recreativo, indispensáveis à promoção e divulgação do concelho e das suas potencialidades, à criação de emprego e rendimento e ao aumento da fixação, regresso e atração de pessoas”, refere a autarquia.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.