Figurado, Banda Plástica e Lenda do Galo selecionados entre cinco centenas de candidaturas

Artesanato | Barcelos finalista regional do concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular

Artesanato | Barcelos finalista regional do concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular

 

 

Barcelos é finalista regional do concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular, que visa evidenciar o património cultural material e imaterial de Portugal, com três nomeações entre as sete finalistas do distrito de Braga.

O Figurado, na categoria Artesanato, a Banda Plástica na categoria Músicas e Danças e a Lenda do Galo nas Lendas e Mitos , foram escolhidos pelo painel de especialistas do concurso para figurar entre os 140 finalistas regionais da edição 2020 das 7 Maravilhas, dedicada à Cultura Popular.

Os 140 finalistas, apresentados no dia 7 num programa televisivo transmitido em direto na RTP1, resultam de uma seleção entre 504 candidaturas avaliadas por um painel de especialistas composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos de Portugal Continental e das regiões autónomas.

Para cada uma das regiões foram escolhidos sete patrimónios que vão ser apresentados para votação pelo público em vinte programas transmitidos em direto pela RTP1 a partir de 6 de julho.

O concurso 7 Maravilhas de Popular tem como objetivo a valorização e reconhecimento daquilo que carateriza o país e assenta, nesta edição, no património cultural material e imaterial das várias regiões e localidades do país, contribuindo para a diferenciação e promoção territorial.

De notar que o concelho de Barcelos é um território com uma identidade cultural e etnológica muito forte decorrente da variedade de artes e ofícios.

 

Fonte e Imagem: Município de Barcelos

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Categories: Cultura, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.